Últimas Notícias
Banca de DEFESA: RODRIGO MARLEY DE QUEIROZ LIMA
Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RODRIGO MARLEY DE QUEIROZ LIMA
DATA: 29/08/2017
HORA: 15:00
LOCAL: Sala de Vídeo II - Newton Lopes
TÍTULO: “DO ALFORJE DA MEMÓRIA”: POSSIDÔNIO QUEIROZ, OEIRAS (PI) E AS NARRATIVAS DE SI
PALAVRAS-CHAVES: Possidônio Queiroz, Oeiras, cartas, escrita de si.
PÁGINAS: 158
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: História
RESUMO:

O arquivo privado do homem de letras Possidônio Nunes de Queiroz constitui-se de um leque de documentos que vão desde as correspondências, memórias, rascunhos de trabalhos para publicação e colaborações, recortes de jornais, almanaques e revistas, fotografias e uma vasta biblioteca. Trata-se não somente de matérias escritas e datilografadas por ele, mas uma diversidade de documentos que demonstram a múltiplas atividades e representações de si e que foram sendo arquivadas na medida em que pensou em arquivar a própria vida e as formas de como quis ser lembrado. Ao tempo em que narra sua atividade como intelectual mediador da cultura de Oeiras, no Estado do Piauí, apresenta impressões sobre suas experiências na música, no funcionalismo público, como orador, cronista, redator de jornal, professor, historiador e membro de instituições que atuam diretamente no âmbito sociocultural da cidade. Pretendemos, através deste trabalho, analisar de que forma Possidônio Queiroz arquiteta suas representações, faz o uso da memória e do tempo, através do seu arquivo privado, para montar um acervo constitutivo de uma narrativa autobiográfica. Veremos como elaborou e guardou, de forma organizada, as produções textuais através de crônicas, cartas, artigos de história, relatórios da União Artística e Instituto Histórico de Oeiras, representações da sua trajetória intelectual e da cidade. Por fim, analisamos como, através das cartas, constrói uma rede de sociabilidade que ultrapassa os muros da cidade onde relata uma diversidade de temas ao tempo que constrói uma escrita de si. Para dar conta desses objetivos buscamos entender de que maneira um arquivo privado produz significações para a experiência de um indivíduo, analisando as fontes contidas nele em diálogos da relação entre história e literatura, bem como a escrita de si como escrita da história. 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA CRISTINA MENESES DE SOUSA - UESPI
Presidente - 423663 - FRANCISCO ALCIDES DO NASCIMENTO
Interno - 2167352 - TERESINHA DE JESUS MESQUITA QUEIROZ

Cadastrada em: 15/08/2017
Mais Notícias
Processos Seletivos Veja abaixo os processos seletivos disponíveis para nosso Programa de Pós-Graduação.
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
SIGAA | Núcleo de Tecnologia da Informação - NTI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.srvjb03 21/08/2017 12:38