Últimas Notícias
Banca de DEFESA: DANIELLE GOMES DOURADO
Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANIELLE GOMES DOURADO
DATA: 28/02/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de aula do mestrado em Odontologia
TÍTULO: PREVALÊNCIA E FATORES ASSOCIADOS À HIPOMINERALIZAÇÃO MOLAR-INCISIVO EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES QUILOMBOLAS RURAIS
PALAVRAS-CHAVES: epidemiologia, esmalte dentário, saúde bucal
PÁGINAS: 93
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
RESUMO:

A hipomineralização molar-incisivo (MIH) constitui defeito qualitativo do esmalte dentário que acomete 1 a 4 primeiros molares permanentes, podendo afetar incisivos permanentes. A etiologia da condição permanece inconclusiva e representa problema de saúde pública por estar relacionada à cárie dental. Comunidades quilombolas são grupos étnico-raciais que vivem em situação de vulnerabilidade social, má nutrição e dificuldade de acesso a serviços de saúde, que podem predispor ao desenvolvimento da MIH. Este estudo observacional transversal teve por objetivo determinar a prevalência e os fatores associados à Hipomineralização molar-incisivo (MIH) em crianças e adolescentes quilombolas rurais do nordeste brasileiro. A amostra foi composta por 251 crianças e adolescentes (8 a 14 anos) residentes na comunidade quilombola rural Lagoas em São Raimundo Nonato, Piauí, nordeste do Brasil (população censitária). Foram coletados dados sociodemográficos e relacionados à saúde pré, peri e pós-natal e realizado exame clinico dentário, por quatro examinadores previamente treinados e calibrados (Kappa≥0.8) para diagnóstico da MIH (EAPD, 2003). Foram realizadas análise descritiva dos dados e regressão de Poisson. A magnitude da associação foi avaliada por razão de prevalência bruta e ajustada (RP), e intervalos de confiança (IC 95%). A prevalência de MIH foi de 46,6%. No modelo final, a presença de MIH esteve associada a diabetes gestacional (p<0,001; RP = 2,49; IC95% 2,08-2,99) e a sofrimento fetal agudo (p=0,025; RP = 1,39; IC95% 1,04-1,86). É importante a realização de estudos e divulgação de resultados sobre a alta prevalência e fatores associados a MIH, principalmente em comunidades economicamente desfavorecidos como os quilombolas, por estimularem a implementação de políticas públicas de saúde, com enfoque na promoção de saúde desde o pré-natal, proporcionando melhores condições de vida, tendo em vista que a MIH está relacionada a alterações durante a gravidez. Concluiu-se que a prevalência de MIH na população estudada foi alta e associada com diabetes gestacional e sofrimento fetal agudo.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2059377 - FABIO SOLON TAJRA
Externo ao Programa - 3367697 - MARCIO DENIS MEDEIROS MASCARENHAS
Presidente - 1790736 - MARINA DE DEUS MOURA DE LIMA
Externo ao Programa - 422792 - TERESINHA SOARES PEREIRA LOPES

Cadastrada em: 09/02/2018
Mais Notícias
Processos Seletivos Veja abaixo os processos seletivos disponíveis para nosso Programa de Pós-Graduação.
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
  • 22/02/2018 - 23/02/2018 · Matrícula para o período 2018.1.
  • 01/03/2018 · Início do período letivo 2018.1.
SIGAA | Núcleo de Tecnologia da Informação - NTI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.srvjb05 22/02/2018 16:02