Últimas Notícias
Banca de QUALIFICAÇÃO: JANAIRA MARQUES LEAL
Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JANAIRA MARQUES LEAL
DATA: 24/05/2018
HORA: 09:00
LOCAL: CCHL - SALA 317
TÍTULO: VULNERABILIDADE AMBIENTAL NO MUNICÍPIO DE SÃO MIGUEL DO TAPUIO, PIAUÍ: BASES PARA O ORDENAMENTO TERRITORIAL
PALAVRAS-CHAVES: Vulnerabilidade, Ordenamento territorial, Piauí
PÁGINAS: 88
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Regional
ESPECIALIDADE: Análise Regional
RESUMO:

É possível observar o surgimento de questionamentos acerca da utilização dos recursos naturais como mercadoria a partir de relações estabelecidas entre sociedade e natureza, principalmente após a primeira revolução industrial. Tais questionamentos transformam-se em preocupações quando o surgimento de diversas formas de uso desenfreado dos ambientes naturais são superiores à capacidade de suporte dos mesmos. Neste ínterim, a análise da compartimentação geomorfológica por meio de uma visão sistêmica torna-se de extrema importância para que se possa compreender essa relação sociedade e natureza, que tem se intensificado de forma considerável em função do desenvolvimento econômico. Neste sentido a presente pesquisa tem por objetivo geral analisar de maneira integrada a complexidade do meio físico de São Miguel do Tapuio, PI, a partir da abordagem sistêmica, para que se possa subsidiar bases para o ordenamento territorial do mesmo considerando para tanto suas vulnerabilidades, potencialidades e limitações. Os objetivos específicos aqui propostos foram: a) caracterizar os aspectos geoambientais do município de São Miguel do Tapuio, PI (geologia, geomorfologia, hidrografia, clima, associações de solos e cobertura vegetal) a partir da abordagem sistêmica; b) elaborar mapa da compartimentação geomorfológica do município estudado a partir da proposta metodológica de Ross (1992); c) realizar o mapeamento da cobertura vegetal do município de São Miguel do Tapuio a partir do Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI) nos anos de 1989 e 2017;  d) caracterizar e apresentar as respectivas fragilidades, potencialidades e limitações da compartimentação geomorfológica do município de São Miguel do Tapuio, considerando proposta de Crepani (2001). Como resultados preliminares foram identificadas as seguintes feições geomorfológicas: Superfície de Cimeira; Reverso superior seco da cuesta da Ibiapaba moderadamente dissecado; Reverso inferior seco da cuesta da Ibiapaba moderadamente dissecado; Formas tabulares muito dissecadas; Formas tabulares pouco dissecadas; Vales; Áreas de inundação sazonal. Essa compartimentação geomorfológica foi adquirida através da aplicação da metodologia taxonômica de Ross (1992). Alguns outros resultados preliminares foram adquiridos no intuito de determinar a vulnerabilidade ambiental do município de São Miguel do Tapuio, como a evolução geológica e grau de coesão das rochas para a delimitação da vulnerabilidade do fator Geologia; Declividade Média; Erodibilidade dos solos; e NDVI.  Neste sentido, a presente pesquisa encontra-se em construção para que possa subsidiar bases para o ordenamento territorial do município de São Miguel do Tapuio, Piauí, de modo a orientar pesquisas futuras de ordenamento ou ações e intervenções por parte do poder público com vistas ao desenvolvimento sustentável da área de estudo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1461646 - CLAUDIA MARIA SABOIA DE AQUINO
Interno - 1300002 - GUSTAVO SOUZA VALLADARES
Externo à Instituição - GLAIRTON CARDOSO ROCHA - IFPI

Cadastrada em: 23/04/2018
Mais Notícias
Processos Seletivos Veja abaixo os processos seletivos disponíveis para nosso Programa de Pós-Graduação.
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
  • 22/02/2018 - 23/02/2018 · Matrícula para o período 2018.1.
  • 01/03/2018 · Início do período letivo 2018.1.
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 23/04/2018 17:45