Últimas Notícias
Banca de QUALIFICAÇÃO: ROBERTA LILLYAN RODRIGUES REIS
Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ROBERTA LILLYAN RODRIGUES REIS
DATA: 22/06/2017
HORA: 15:00
LOCAL: Sala de Aula Mestrado/CMRV
TÍTULO: Avaliação da atividade antileishmania do alcaloide epiisopiloturina nanoestruturado
PALAVRAS-CHAVES: Alcaloide, Goma do cajueiro, Leishmaniose, Nanopartículas.
PÁGINAS: 54
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Leishmanioses são doenças causadas por protozoários do gênero Leishmania. Como os fármacos convencionais são tóxicos e/ou apresentam resistência se faz necessário o desenvolvimento de drogas mais eficientes. As Plantas medicinais e seus bioativos nanoparticulados podem representar uma estratégia viável, devido à capacidade de melhorar o potencial terapêutico. A Epiisopiloturina (EPI), alcaloide imidazólico encontrado em plantas do gênero Pilocarpus, apresenta comprovada atividade, in vitro, contra Schistosoma mansoni e promissores efeitos anti-inflamatório e antinoceptivo. O objetivo do trabalho foi avaliar a atividade antileishmania do alcaloide epiisopiloturina na forma livre e nanoestruturadaNanopartículas (NPs) à base de goma do cajueiro carboximetilada (GCC) com EPI incorporada e sem EPI foram sintetizadas por nanoprecipitação e caracterizadas por espalhamento de luz dinâmico e análise de rastreamento de nanopartículas. Formas promastigotas de Leishmania amazonensis foram semeadas na quantidade de 1x106 por poço, em placa de 96 poços, contendo as substâncias testes (NPs com EPI, NPs sem EPI, EPI livre e GCC) diluídas de forma seriada nas concentrações de 100 a 0,8 µg/mL. A placa foi incubada em estufa de demanda biológica de oxigênio (B.O.D.) a 26º C, por 48 h. Para avaliação da citotoxicidade, 6h antes do término deste período, foram adicionados 20µL de Resazurina® em cada poço na concentração de 1mM e incubou-se a placa novamente. A leitura da placa foi realizada num leitor de placas de absorbância Biotek (modelo ELx800), no comprimento de onda de 550 nm. A Concentração Inibitória Média (CI50) foi obtida com cálculo de regressão de probitos, utilizando SPSS versão 22. Os tamanhos das nanopartículas com EPI incorporada, sintetizadas em pequena escala (GCAR) variaram de 293,3 a 317,9 nm; as nanopartículas sintetizadas em larga escala e concentradas para estudo da atividade biológica apresentaram um tamanho médio de 265,2 nm; enquanto aquelas sem incorporação de EPI apresentaram um tamanho médio de 423,3 nm. Todas as nanopartículas sintetizadas tiveram valores de índice de polidispersão inferiores a 0,3; indicando uniformidade de tamanho das partículas no sistema. Com base na análise de NTA, GCAR apresentou concentração de 7x10nanopartículas/mL e tamanho médio de 337,1 nm. As NPs com EPI demonstraram potencial contra as formas promastigotas do parasita, com CI50 de 20,339µg/mL e a EPI livre teve CI50 de 32,762 µg/mL, demonstrando que a nanoestruturação da EPI potencializou a sua atividade antileishmania. GCC apresentou CI50 de 60,167 µg/mL, enquanto NPs de GCC sem EPI não apresentaram citotoxidade para o parasita. Investigações futuras serão feitas para avaliar a atividade antileishmania sobre formas amastigotas axênicas e o potencial citotóxico sobre células de mamíferos.

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1718303 - DURCILENE ALVES DA SILVA
Externo ao Programa - 1979277 - KARINA OLIVEIRA DRUMOND
Externo ao Programa - 2147346 - TATIANE CAROLINE DABOIT

Cadastrada em: 21/06/2017
Mais Notícias
Processos Seletivos Veja abaixo os processos seletivos disponíveis para nosso Programa de Pós-Graduação.
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
SIGAA | Núcleo de Tecnologia da Informação - NTI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sig-ap1.srv1inst1 25/06/2017 00:31