Últimas Notícias
Banca de DEFESA: LUISA NAYRA DA SILVA GOMES
Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUISA NAYRA DA SILVA GOMES
DATA: 26/02/2018
HORA: 11:00
LOCAL: SALA 317 CCHL/UFPI
TÍTULO: INDISCIPLINA EM TEMPOS DE MEDICALIZAÇÃO: UM ESTUDO HISTÓRICO-CULTURAL EM TERESINA-PI
PALAVRAS-CHAVES: Indisciplina escolar. Medicalização da Educação e Sociedade. Escola Militar.
PÁGINAS: 100
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Sociologia
RESUMO:

O presente trabalho tem como tema o processo de medicalização da indisciplina escolar e como principal objetivo compreender o processo de produção sócio-histórico-cultural da indisciplina escolar e sua relação com o fenômeno da medicalização da educação e sociedade em uma instituição de ensino de Teresina-PI, como objetivos específicos inquirir os aspectos sócio-histórico-culturais da produção da indisciplina no cotidiano de uma instituição de ensino, levantar o perfil sociodemográfico dos alunos encaminhados com queixa de indisciplina escolar e caracterizar a medicalização da educação e sociedade frente a indisciplina reduzida ao contexto escolar. A fundamentação teórica se deu, sobretudo a partir de uma perspectiva pautada principalmente nos referenciais da Sociologia, Sociologia da Educação, Psicologia da Educação, Pedagogia e Antropologia. No campo da In/disciplina os principais autores utilizados foram Aquino (1998), Estrela(1994), Prairat(2004), Foucault(2005; 2013), Pereira&Perreli(2009) e Silva(2007) no campo da Medicalização da Sociedade e Educação os autores mais utilizados foram Illich(1981), Conrad(1990), Zola(1972), Luengo(2009), Moysés e Collares(1994; 2015). Trata-se de um estudo qualitativo de caráter descritivo de base etnográfica, a pesquisa contou com a participação de 156 participantes entre discentes, monitores, militares, professores e servidores, como instrumento de coleta de dados utilizou-se questionários sócio demográficos, questionários com questões abertas e fechadas, diários de campo e roteiro de entrevista. Para análise de dados foi usado o software Iramuteq que é um programa de análise textual, após transcrição das entrevistas e questionários, foi utilizada também a técnica de Hermenêutica de Profundidade- HP para análise, que se divide em três fases sendo a primeira a análise sócio-histórica que tem por objetivo a reconstituição criteriosa das condições sociais de produção do objeto estudado, a segunda é a análise discursiva que corresponde ao estudo de como a fala/imagem do objeto é transmitida e a terceira e última é a reinterpretação dos dados obtidos onde há a explicação interpretativa plausível e bem fundamentada do fenômeno investigado. Os procedimentos metodológicos se deram inicialmente com a submissão do projeto ao Comitê de Ética e Pesquisa (CEP) da Universidade Federal do Piauí, Campus Ministro Reis Veloso (CMRV), com autorização e número de CAAE: 56872716.3.0000.5669 obtendo aprovação por meio do parecer consubstanciado 1.958.088 em segui o parecer foi entregue aos órgãos competentes para início da pesquisa bem como a direção da escola, em seguida iniciou-se o contato com a escola, após o aceite da mesma. A pesquisa no campo partiu do contato com a escola, e em seguida com a inserção no meio escolar com registro em diários de campo para depois a realização das entrevistas e aplicação de questionários. Após observação e coleta de dados foi perceptível que as queixas sobre indisciplina escolar são maiores nas turmas de 1º do ano do ensino médio e reduzem significativamente no 3º, as maiores intervenções realizadas pela escola são relacionadas as faltas disciplinares que possuem uma penalidade ou punição própria, as faltas mais reincidentes dos alunos se referem a alteração no fardamento e uso de tecnologia/rede sociais na escola, foi visível ainda o cuidado com os alunos por parte do corpo escolar não apenas dentro dos muros da escola, mas fora também através de uma rede de cuidado constituído dentro da própria escola utilizando ,além da comunicação com a família, rede sociais.

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ELCIMAR SIMAO MARTINS - UNILAB
Presidente - 1859186 - FAUSTON NEGREIROS
Interno - 1756788 - SAMUEL PIRES MELO

Cadastrada em: 16/02/2018
Mais Notícias
Processos Seletivos Veja abaixo os processos seletivos disponíveis para nosso Programa de Pós-Graduação.
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
  • 22/02/2018 - 23/02/2018 · Matrícula para o período 2018.1.
  • 01/03/2018 · Início do período letivo 2018.1.
SIGAA | Núcleo de Tecnologia da Informação - NTI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.srvjb04 22/02/2018 16:02