News

Banca de QUALIFICAÇÃO: FRANCISCO PEREIRA DA SILVA FILHO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCISCO PEREIRA DA SILVA FILHO
DATA: 31/07/2015
HORA: 15:00
LOCAL: Sala PPGEO/CCHL
TÍTULO:

Gestão Social e Responsabilidade Ambiental dos Resíduos Sólidos Urbanos na Cidade de Parnaíba (PI)


PALAVRAS-CHAVES:

Cidade. Sociedade. Meio Ambiente. Resíduos Sólidos.


PÁGINAS: 72
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Humana
ESPECIALIDADE: Geografia Urbana
RESUMO:

No contexto atual, com a globalização e o excessivo consumismo provocado pelo sistema capitalista tem refletido nas cidades problemas ambientais recorrente, principalmente relacionados aos resíduos sólidos, como na armazenagem, coleta e destinação final, que tem ocorrido de forma inadequada em várias cidades do mundo, sendo desta forma um desafio para a sociedade e para a gestão pública. Estes aglomerados urbanos tem sido grandes palcos desta já tumultuada relação do binômio sociedade-natureza, que têm como principal foco o descarte de forma irregular do lixo no meio ambiente, no entanto, esta questão do lixo é mais presenciado nos países subdesenvolvidos e em desenvolvimento, como é o caso também do Brasil e de praticamente todos os Estados da Federação. Porém, no recorte nacional o problema é mais perceptível nos Estados com menor poder aquisitivo, como é o caso do Estado do Piauí e consequentemente em suas cidades, Nesta perspectiva surge a cidade de Parnaíba, que fica localizada no norte do Estado do Piauí, e que apresenta problemas relacionados a gestão pública dos resíduos sólidos, assim como sua relação de manejo e destinação final destes resíduos nesta sociedade. Em virtude disso, esta pesquisa tem como objetivo analisar a relação sociedade-natureza por meio da gestão dos resíduos sólidos urbanos na cidade de Paranaíba. A metodologia adotada para a discussão do tema foi o método exploratório, descritivo, bibliográfico e de campo, assim como o método dialético que serviram como base para o desenvolvimento desta pesquisa. Esta escolha considerou a conexão entre geografia, meio ambiente e gestão, indispensáveis para o planejamento geoambiental por ser capaz de promover o manejo e o uso sustentável dos resíduos sólidos, com o resguardo e o amparo das leis que protegem o meio ambiente. Com base nos resultados apresentados, pode-se identificar vários transtornos que a população sofre devido o condicionamento irregular dos resíduos sólidos no ambiente, dentre eles foram observados que a localização do aeroporto da cidade está em local inadequado devido sua proximidade com a estação de tratamento de resíduos, sendo que este lugar de destinação final do lixo não é um aterro sanitário e sim um aterro controlado, apesar de receber mensalmente mais de 3.000.000 de toneladas. Foi identificado também que o aterro controlado conta com mais de oitenta catadores de resíduos que fazem diariamente uma triagem destes “produtos” para venda e revenda do atravessador, que vem gerando vários conflitos socioeconômicos. Por esta razão, o tema em discussão é importante para sociedade parnaibana pois amplia a visão desta sociedade quanto a gestão dos espaços geográficos aliada a gestão dos resíduos sólidos nos espaços urbanos, que considera o ambiente limpo um fator importante para a qualidade de vida da população local, sendo este ao mesmo tempo uma determinante para uma melhor gestão do território e, consequentemente, no auxilia do desenvolvimento da cidade sem menosprezar as questões ambientais e socioeconômicas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167476 - JOSE LUIS LOPES ARAUJO
Interno - 1433032 - RAIMUNDO LENILDE DE ARAUJO
Externo à Instituição - LINDEMBERG MEDEIROS DE ARAUJO - UFAL
Notícia cadastrada em: 15/07/2015 10:16
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 03/10/2022 08:20