News

Banca de QUALIFICAÇÃO: DANIELLE PEREIRA DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANIELLE PEREIRA DE OLIVEIRA
DATA: 25/06/2019
HORA: 15:00
LOCAL: Sala de Vídeo I
TÍTULO: FLORESTA FÓSSIL DE TERESINA (PI): DE QUE PATRIMÔNIO ESTAMOS FALANDO?
PALAVRAS-CHAVES: Patrimônio Cultural. Sítio Paleontológico. Floresta Fóssil. Teresina.
PÁGINAS: 81
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Humana
RESUMO:

Apesar dos avanços em relação aos estudos relacionados com o patrimônio e das bases legais para preservação e salvaguarda, os valores e significados atribuídos a um bem não são o suficiente para que o mesmo seja considerado de fato um patrimônio que represente uma sociedade. Muitas vezes, conforme a política de institucionalização do patrimônio cultural, os valores que se levam em consideração estão associados aos ideais de um pequeno grupo, ficando distantes da maioria da população. Fato esse que corrobora de forma negativa para conservação do bem. É pensando nesse contexto, que esta pesquisa se propõe a estudar o patrimônio cultural e paleontológico Floresta Fóssil de Teresina. Refere-se a um sítio natural que apesar de tombado, apresenta um estado de preservação dos exemplares fósseis comprometido. Parte-se do pressuposto que um dos principais fatores para a não valoração e preservação dos patrimônios culturais está na falta de conhecimento que se tem a seu respeito. Nesse sentido, a pesquisa possui como objetivo geral investigar o conhecimento oficial e popular a respeito do Monumento Natural da Floresta Fóssil do rio Poti, e para quem ele é considerado bem patrimonial. Tendo como objetivos específicos: i) Discutir o contexto histórico do conceito de patrimônio cultural e suas implicações para a conservação do patrimônio cultural e paleontológico Floresta Fóssil de Teresina; ii) Discorrer sobre as características do sítio paleontológico e da sua importância para a histórica local; iii) Descrever o conhecimento oficial e popular e para quem o Monumento Natural Floresta Fóssil do rio Poti é considerado bem patrimonial; iv) Elaborar uma cartilha de educação voltada ao patrimônio cultural e paleontológico Floresta Fóssil de Teresina. No intuito de alcançar os objetivos previstos, essa pesquisa de caráter quali-quantitativo, está sendo desenvolvida seguindo alguns procedimentos metodológicos: levantamento bibliográfico – que incluiu a leitura de artigos, dissertações, livros digitais e impressos que abordam a temática em questão -, pesquisa documental e pesquisa de campo in loco, realizada nos anos de 2018 e 2019, para revisão conceitual e caracterização da área de estudo, utilizando com técnica a observação direta. A pesquisa incluirá uma coleta de dados referente ao objeto em epígrafe, utilizando questionário, tendo como público alvo dois grupos distintos que se refere àqueles que diretamente estão relacionados com o patrimônio em estudo, ou seja, estudantes dos cursos de licenciatura em Geografia, Biologia e História da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e outro formado por e estudantes não acadêmicos, oriundos da Educação Básica. Uma vez que, o conhecer é o primeiro passo para proteger as referências culturais, a interpretação e análise quali-quantitativa dos resultados que se busca nessa investigação, fornecerá dados que possibilitará um desenvolvimento adequado de estratégias voltadas para a preservação desse patrimônio, a exemplo da elaboração de uma cartilha participativa de educação patrimonial voltada para o lugar em questão. Vale ressaltar ainda que, as informações adquiridas proporcionarão rever as formas como os bens patrimoniais são valorados e como o conhecimento patrimonial e a ausência dele pode ser um fator de impacto na preservação dos bens culturais, considerando que o significado atribuído pelos sujeitos são reflexo dessa realidade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1671765 - ANDREA LOURDES MONTEIRO SCABELLO
Interno - 6422093 - IRACILDE MARIA DE MOURA FE LIMA
Externo à Instituição - ELISABETH MARY DE CARVALHO BAPTISTA - UESPI
Externo à Instituição - SIMONE SCIFONI - USP
Notícia cadastrada em: 15/06/2019 18:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 06/10/2022 00:57