News

Banca de DEFESA: ANA CAROLINE DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA CAROLINE DA SILVA
DATA: 29/08/2022
HORA: 13:30
LOCAL: Plataforma Google Meet
TÍTULO: O ESTUDO DAS ATITUDES NA EDUCAÇÃO GEOGRÁFICA NO ENSINO FUNDAMENTAL
PALAVRAS-CHAVES: Atitudes. Ensino de Geografia. Educação cidadã. Metodologias ativas. Objetos do Conhecimento.
PÁGINAS: 139
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Geografia
SUBÁREA: Geografia Humana
RESUMO:

A pesquisa ora intitulada “O Estudo das Atitudes na Educação Geográfica no Ensino Fundamental” realizou-se na cidade de Teresina-PI, em uma escola privada da zona sudeste da capital. Visa estudar as atitudes no âmbito da geografia escolar no intuito de formar melhor os alunos para a vida cidadã. Tem como objetivo geral compreender como as atitudes podem ser trabalhadas no âmbito do componente curricular geográfico, permeando os objetos do conhecimento dessa área. Os objetivos específicos são: (a) conhecer as possibilidades de abordagem do construto atitude na educação geográfica; (b) desenvolver atividades direcionadas às atitudes através de metodologias ativas; (c) discutir o significado das atividades realizadas com conteúdos atitudinais para os partícipes da pesquisa. Para tanto, buscou-se um aporte teórico baseado em autores que discutissem o construto atitude como Cavazza (2008), Braghirolli (2002) e Moura (2008), que o compreendem nas dimensões cognitiva, afetiva e comportamental. A pesquisa seguiu um modelo qualitativo, procurando articular a metodologia da pesquisa-ação, como um método que procura relacionar teoria e prática para resolução de problemas e modificação da realidade estudada a partir de atividades planejadas pelos colaboradores do trabalho. Para isso, considerou-se as visões de Franco (2018), Thiollent (1998), Barbier (2007) e Mallmann (2015). Seguiu-se, ainda, princípios da pesquisa narrativa, na perspectiva de Menezes (2021), Oliveira (2017), Reisdoefer (2020) e Barbisan (2018), entendida como um modelo que constrói novos conhecimentos a partir de experiências dos sujeitos que são protagonistas nessa abordagem. No que tange à abordagem do processo de ensino-aprendizagem, tomou-se como referência as metodologias ativas, compreendendo-as como estratégias que demandam uma postura mais ativa do aluno na obtenção do conhecimento, sendo utilizados a sala de aula invertida, o método peer instruction e a metodologia de projetos, conforme as propostas de Pozo (2008), Coll (2004), Callai (2017), Cavalcanti (2012) Sarabia (2000), Zabala (1998), Bacich (2018). Os resultados apontam que as metodologias ativas são estratégias importantes no incentivo e trabalho com atitudes em sala de aula, aumentando a motivação dos alunos, o envolvimento com as atividades propostas e intercâmbios de conhecimento, possibilitando, consequentemente, maior facilidade no aprendizado de alguns conceitos espaciais abordados.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1671765 - ANDREA LOURDES MONTEIRO SCABELLO
Presidente - 2280398 - ARMSTRONG MIRANDA EVANGELISTA
Interno - 1087152 - JOSELIA SARAIVA E SILVA
Externo à Instituição - ROSELANE ZORDAN COSTELLA - UFRGS
Notícia cadastrada em: 22/08/2022 10:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 03/02/2023 15:00