Notícias

Banca de DEFESA: JACQUELINE DANTAS WANDERLEY MARQUES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JACQUELINE DANTAS WANDERLEY MARQUES
DATA: 30/04/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Vídeo I
TÍTULO:

Um estudo crítico sobre estratégias e atividades de leitura no Ensino Médio: um perfil em algumas escolas estaduais de Picos-PI


PALAVRAS-CHAVES:

Estratégias de leitura. Compreensão leitora. Taxonomia de Barrett. Leitores críticos.


PÁGINAS: 147
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

Esta dissertação objetiva investigar estratégias de leitura empregadas por alguns professores de Língua Portuguesa (L.P) em salas de aula do Ensino Médio (E.M), da rede pública estadual de Picos-PI, levantando uma reflexão crítica sobre as contribuições destas para o processo de compreensão leitora dos alunos. Em extensão, verificar se essas estratégias correspondem ao objetivo de promover a competência crítica dos alunos do E.M conforme pressupostos do OCNEM. Nesse contexto, propusemos as questões de pesquisa: que tipos de estratégias se destacam nas propostas aplicadas aos alunos do Ensino Médio e como essas estratégias proporcionam o desenvolvimento da compreensão leitora crítica? Assim, do ponto de vista teórico-conceitual buscamos apoio em Bartlett (1932), Goodman (1967, 1984), Gough (1972), Rumelhart (1980), Leffa (1996), Kleiman (2000, 2008), Braggio (1992), autores que investigam os modelos de leitura e o processo de compreensão leitora. Esta pesquisa também considera as contribuições de Solé (1998), Van Dijk (2002) dentre outros que desenvolvem a temática das estratégias de leitura e sua importância para o processo de compreensão. Contamos, ainda, com a apreciação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional no 9.394/96 e das Orientações Curriculares Nacionais para o Ensino Médio (OCNEM) que norteiam a educação brasileira. Trata-se de uma pesquisa qualitativa interpretativista ancorada na perspectiva de Erickson (1985). Os sujeitos e o contexto da investigação compreendem professores de L.P que atuam no E.M em escolas públicas da rede estadual de ensino na cidade de Picos-PI. Os dados necessários para a análise das estratégias de leitura utilizadas pelos professores pesquisados foram definidos por meio de questionários, memorial docente e observações de aulas de leitura junto a estes professores nas escolas selecionadas. A análise dos dados se constituiu de modo descritivo e interpretativo dos questionários e memoriais docentes; do estudo das aulas observadas tomando por base as categorias ancoradas na Taxonomia de Barrett para as estratégias de leituras elencadas: compreensão literal, compreensão inferencial, reorganização e leitura crítica. A partir das informações coletadas e interpretadas evidenciou-se que os professores de L.P nas atividades de leitura com textos escritos empregam estratégias de leitura metacognitivas, buscando a construção do sentido literal e global dos textos por parte dos seus alunos. O referido estudo confirmou também que a leitura crítica ainda é pouco explorada, visto que as escolas privilegiam os conteúdos gramaticais em suas aulas de L.P, ficando essa função social da leitura em segundo plano. Com a construção deste trabalho, tivemos a intenção de ressaltar a importância da utilização das estratégias de leitura metacognitivas como condição para a formação de leitores críticos que saibam ler e posicionar-se diante dos mais diversos tipos de textos existentes nas diferentes esferas das atividades sociais – literária, científica, publicitária, religiosa, etc.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 097.385.093-00 - IVEUTA DE ABREU LOPES - UESPI
Externo à Instituição - JAURANICE RODRIGUES CAVALCANTI - UFTM
Presidente - 1630360 - MARIA ANGELICA FREIRE DE CARVALHO
Notícia cadastrada em: 16/04/2015 16:19
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 20/06/2021 10:51