• O sistema entrará em processo de atualização de funcionalidades às 13:30. Pedimos a todos que salvem seus trabalhos para que não haja transtornos.
    Agradecemos a compreensão, em 15 minutos o sistema estará de volta.
Notícias

Banca de DEFESA: HERMITO LEITE DE CARVALHO FILHO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: HERMITO LEITE DE CARVALHO FILHO
DATA: 30/04/2015
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de vídeo I - Universidade Federal do Piauí
TÍTULO:

A posição do predicativo no PB: uma (re)análise dos postulados tradicionais à luz da gramática gerativa.


PALAVRAS-CHAVES:

Predicação; Small Clause; Predicados Secundários; Teoria Gerativa; Tradição Gramatical


PÁGINAS: 119
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

Esta dissertação faz uma análise prévia da posição do predicativo empreendido pelo modelo da tradição gramatical. O suporte teórico da análise é a teoria de princípios e parâmetros da gramática gerativa fundamentada por Chomsky (1981, 1986). A estrutura de predicação em evidência é a do tipo [SUJEITO ... PREDICADO] sem flexão verbal em que essa estrutura pode ou não formar um constituinte único. Se [SUJEITO ... PREDICADO] formam um constituinte único estamos diante de uma Small Clause (Stowell, 1983) e o predicativo encontra-se numa posição de complemento de V; se não forma um constituinte único, estamos diante de predicados secundários e o predicativo encontra-se numa posição de adjunto. Esses predicados secundários se dividem, ainda, em predicados secundários orientados para o sujeito [DP] IP e predicados secundários orientados para o objeto [DP] VP. A tradição gramatical não especifica uma posição sintática para o predicativo. Bechara, aqui considerado fora dessa tradição gramatical, estabelece que o predicativo se posiciona na posição de complemento quando inserido em sentenças com cópula e na posição de “anexo” quando foge a esse paradigma. A teoria Small Clause comprova que o predicativo quando inserido em sentenças com a cópula, realmente situa-se numa posição de complemento, porém com outros moldes sintáticos (inacusativos) diferente de Bechara. No restante incluído como anexo, vemos problemas na fundamentação com sentenças em que atuam verbos considerar, que também evidencia posição de complemento para o predicativo. Nas demais situações com verbos transitivos do tipo encontrar e monoargumentais do tipo telefonar/chegar, o predicativo assume a posição de adjunto, adjunto a VP para os primeiros e adjunto a IP para os segundos.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 423483 - MARIA AUXILIADORA FERREIRA LIMA
Externo à Instituição - RAIMUNDO FRANCISCO GOMES - UESPI
Presidente - 1534557 - RONALD TAVEIRA DA CRUZ
Notícia cadastrada em: 22/04/2015 11:14
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 17/06/2021 13:30