Notícias

Banca de DEFESA: FRANCISCO ARMANDO DE SOUSA OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCISCO ARMANDO DE SOUSA OLIVEIRA
DATA: 31/08/2015
HORA: 09:30
LOCAL: Sala 302
TÍTULO:

O LEILÃO DO LOTE 49, DE THOMAS PYNCHON, E O MODELO TEÓRICO DE “OBRA ABERTA” DE UMBERTO ECO: forma, narrativa e mensagem.


PALAVRAS-CHAVES:

O leilão do lote 49. Thomas Pynchon. Obra aberta. Umberto Eco


PÁGINAS: 116
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
RESUMO:

A presente pesquisa tem como corpus o romance O leilão do Lote 49 (1993), de Thomas Pynchon, que é analisado sob a ótica da proposta teórica de obra aberta, de Umberto Eco, como formulado inicialmente em Obra Aberta: forma e indeterminação nas poéticas contemporâneas (1986), e reformulado em publicações posteriores, as quais analisamos aqui para uma maior compreensão e delimitação do projeto estético do pesquisador italiano. Na análise da narrativa, investigamos os aspectos estruturais do romance para definir índices de indeterminação e espaços de ambiguidade que tornam possíveis O leilão do lote 49 possuir tamanha diversidade de leituras e, ao mesmo tempo, não ter sua narrativa encerrada em nenhuma delas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167869 - SAULO CUNHA DE SERPA BRANDAO
Interno - 1624524 - ERICA RODRIGUES FONTES
Externo à Instituição - LILASIA CHAVES DE AREA LEAO REINALDO - UESPI
Notícia cadastrada em: 25/08/2015 11:23
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 20/06/2021 04:30