Notícias

Banca de DEFESA: ANA MARIA ALVES DE BRITO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA MARIA ALVES DE BRITO
DATA: 24/02/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Vídeo 2
TÍTULO:

ATIVIDADES MULTILETRADAS E LETRAMENTO ESCOLAR: UMA INVESTIGAÇÃO NO ENSINO MÉDIO



PALAVRAS-CHAVES:

Letramento. Atividades Multiletradas. Leitura e Escrita. Ensino Médio.


PÁGINAS: 105
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

 O domínio da leitura e da escrita é condição necessária para o empoderamento de habilidades letradas e participação dos indivíduos na sociedade. Neste pensar, este trabalho tem como objetivo analisar, descrever e caracterizar, no contexto das atividades multiletradas, as contribuições para o desenvolvimento da leitura e da escrita de uma amostra de dez alunos da 2ª Série do Ensino Médio. A pesquisa foi realizada em uma escola da Rede Pública Estadual, localizada na zona Sul de Teresina –PI. Para os fundamentos teóricos, buscamos apoio em Street (1984; 2014), Soares (2012), Tfouni (2010), Mortatti (2004), Kleiman (1995; 2005) entre outros que argumentam que, o letramento é sempre uma prática social, seja no contexto escolar ou fora dele e em Rojo (2009; 2012; 2013; 2015) com a perspectiva dos multiletramentos. Este estudo se justifica pela importância do novo tratamento dado à leitura e à escrita a partir de novas tecnologias multiletradas, contribuindo para novas práticas de letramento na sala de aula. Optamos, aqui, por uma pesquisa de natureza qualitativa descritiva com abordagem etnográfica buscando subsídios em Erickson (1988), Hymes (1974), Braga (1988) entre outros que tem suas bases na etnografia. No que se refere aos procedimentos adotados, seguimos o percurso do método etnográfico, que estabelece como parâmetros para a coleta dos dados, aspectos que devem partir da observação direta do pesquisador com os sujeitos pesquisados. Os procedimentos se deram através de gravações de áudios e imagens, aplicação de questionário, registros de conversas em diários de campo que se constituíram como importantes para a coleta dos dados. Os resultados das análises nos mostraram que o contexto das atividades multiletradas, embora timidamente exploradas na sala de aula, contribuem de forma significativa para o desenvolvimento da leitura e da escrita dos alunos, bem como para a compreensão de novas formas e espaços de aprendizagem em que a leitura e a escrita se apresentam aparentemente marginalizadas.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 7422420 - CATARINA DE SENA SIRQUEIRA MENDES DA COSTA
Interno - 097.385.093-00 - IVEUTA DE ABREU LOPES - UESPI
Externo à Instituição - PEDRO RODRIGUES MAGALHÃES NETO - UESPI
Interno - 922.575.933-91 - YANA LISS SOARES GOMES - UFMG
Notícia cadastrada em: 23/02/2016 17:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 20/06/2021 01:49