Notícias

Banca de DEFESA: FRANCISCA VERONICA ARAUJO OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCISCA VERONICA ARAUJO OLIVEIRA
DATA: 29/03/2016
HORA: 15:00
LOCAL: Sala de Video II
TÍTULO:

A ORGANIZAÇÃO RETÓRICA DA SEÇÃO DE CONSIDERAÇÕES FINAIS DO GÊNERO MONOGRAFIA EM COMUNIDADES DISCIPLINARES DISTINTAS


PALAVRAS-CHAVES:

Gênero Monografia. Considerações Finais. Movimentos retóricos. Passos retóricos. Cultura disciplinar.


PÁGINAS: 118
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

Os gêneros se constituem como formas de realizar nossas ações linguisticamente. Dessa maneira, cada esfera da atividade humana possui características específicas, por isso os textos são elaborados conforme as exigências do contexto. Os textos que circulam na esfera acadêmica apresentam-se como forma de desenvolver e divulgar o conhecimento científico. Diante disso, o gênero selecionado para esta pesquisa foi a monografia de conclusão de curso de graduação que vem ganhando espaço no contexto universitário, pois se configura como requisito para obtenção de graus acadêmicos a nível de graduação nas mais diversas áreas e instituições de ensino superior. Todavia, ainda existem poucas pesquisas que abordam as características das monografias, mais precisamente da seção de Considerações Finais. Além disso, há uma escassez de estudos que reflitam sobre a aprendizagem desse gênero por membros iniciantes da comunidade acadêmica. Nesta dissertação, a partir da comparação entre Considerações Finais de monografias das áreas de Computação e Letras/Linguística delineamos como objetivo geral investigar a organização retórica da referida seção nas diferentes áreas. Como objetivos específicos, identificar e descrever os movimentos retóricos presentes na seção; analisar, comparativamente, as descrições sociorretóricas das duas culturas, além de identificar a percepção de orientadores e orientandos acerca da função da seção de Considerações Finais. Como direcionamento teórico, nos embasamos na proposta teórico-metodológica de Swales (1990) sobre gêneros no contexto acadêmico e comunidade discursiva, nas considerações de Hyland (2000, 2004, 2008 e 2009) acerca da noção de cultura disciplinar, nas contribuições de Rêgo (2012) e Pereira (2012) sobre a escrita de monografias de graduação e ainda nas formulações de Yang e Allison (2003), Bunton (2005) e Araújo (2006) para análise das seções de Considerações Finais de artigos e teses. Constituímos o corpus com quarenta exemplares da seção de Considerações Finais de monografias, sendo vinte da área de Computação e vinte da área de Letras/Linguística. O material foi disponibilizado pela Universidade Estadual do Piauí, Campus Alexandre Alves de Oliveira. Como critério para seleção dos textos optamos por não repetir os orientadores. Para identificar as unidades retórico-funcionais nas seções selecionadas observamos as pistas léxico-gramaticais e os próprios conteúdos dispostos no texto. Os resultados evidenciaram algumas influências das culturas disciplinares na organização das informações nas seções, o que resultou em dois modelos de descrição retórica, os quais diferem entre si quanto à disposição dos passos retóricos. Os depoimentos dos orientadores e orientandos confirmaram o caráter de iniciação científica do gênero monografia, além de comprovar também a importância de informações relacionadas aos resultados, contextualização e pesquisas futuras. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167642 - FRANCISCO ALVES FILHO
Externo ao Programa - 1878214 - MARIA LOURDILENE VIEIRA BARBOSA
Interno - 239.422.233-68 - SILVANA MARIA CALIXTO DE LIMA - UESPI
Notícia cadastrada em: 11/03/2016 10:01
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 19/06/2021 22:48