Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: FRANCIANE COSTA DE SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCIANE COSTA DE SOUSA
DATA: 16/09/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 301 - CCHL
TÍTULO:

UMA ABORDAGEM CULTURALISTA DA TRADUÇÃO INTERSEMIÓTICA DO CONTO “THE MASQUE OF RED DEATH” PARA A TV


PALAVRAS-CHAVES:

Abordagem Culturalista; Tradução Intersemiótica; Teoria dos Polissistemas; Semiótica; Equivalência Dinâmica.


PÁGINAS: 38
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

 Tal como empregado por Jakobson (1997), o termo “tradução intersemiótica” refere-se à categoria de tradução na qual ocorre a transmutação de signos verbais em signos não-verbais. Ao discorrer sobre esse tipo de tradução, Plaza (2003) a caracteriza como uma transcriação de formas. A abordagem de aspectos culturais em tradução adquiriu maior destaque com os Estudos Descritivos da Tradução e a chamada “virada cultural”, que resultaram de estudos de teóricos como Lefevére (1992) e Toury (1995), entre outros, que consideraram a influência da cultura no campo da tradução, fortemente influenciados pela Teoria dos Polissistemas de Even-Zohar (1990). O presente trabalho se insere no campo teórico da Tradução Intersemiótica, abordando os aspectos culturais envolvidos nas escolhas de tradução do conto “The Masque of the Red Death”, de Edgar Allan Poe, para o meio audiovisual, em um episódio da série de TV “Contos do Edgar”, que foi veiculada em 2013 pelo canal a cabo Fox Brasil. Investigamos de que maneira os recursos audiovisuais foram utilizados na transposição do texto verbal para o meio fílmico, focando como ponto de análise as adaptações culturais realizadas no processo de tradução, pois, na obra traduzida, a história foi ambientada em uma nova época e local. Para isso, propomos a utilização de uma metodologia analítico descritiva, construída a partir dos aportes teóricos de Plaza (2003), Peirce (2005), Cattrysse (1997), Even-Zohar (1990), Lefevére (1992) e Toury (1995). Esperamos contribuir com os estudos descritivos da tradução intersemiótica, visto que essa forma de tradução é uma prática recorrente, que demanda análises de seu funcionamento, e que desempenha um importante papel na divulgação de obras originais, visto que as leva, muitas vezes, ao conhecimento de um novo público.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1323576 - ANA CLAUDIA OLIVEIRA SILVA
Interno - 1626700 - CARLOS ANDRE PINHEIRO
Presidente - 2521935 - FRANCISCO WELLINGTON BORGES GOMES
Notícia cadastrada em: 23/08/2016 15:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 20/06/2021 00:37