Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: KARLA DAYANE SILVA MONTEIRO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KARLA DAYANE SILVA MONTEIRO
DATA: 29/08/2017
HORA: 10:00
LOCAL: 323 L
TÍTULO: UM ESTUDO INDICIÁRIO SOBRE A RELAÇÃO LEITURA E ESCRITA NA PRODUÇÃO DE TEXTOS DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVOS POR ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS
PALAVRAS-CHAVES: Leitura e escrita. Dialogismo. Paradigma Indiciário.
PÁGINAS: 85
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

A presente pesquisa intitulada “Um estudo indiciário sobre a relação leitura e escrita na produção de textos dissertativo-argumentativos por estudantes universitários” tem por objetivo observar, a partir de textos dissertativo-argumentativos produzidos por alunos universitários concludentes, indícios que revelem leituras de textos variados e possíveis relações com as produções textuais dos sujeitos pesquisados, no intuito de observar como eles organizam o diálogo trazido no texto escrito. Parte-se da seguinte problemática: Que indícios revelam leituras de textos variados e possíveis relações com as produções textuais dos sujeitos pesquisados e como esses sujeitos sociais organizam o diálogo trazido no texto escrito? Do ponto de vista metodológico, a pesquisa caracteriza-se como qualitativa bibliográfica e de campo a partir de uma abordagem sóciohistórica. A coleta de dados foi realizada na Universidade Estadual do Piauí, Campus Professor Alexandre Alves de Oliveira que se caracteriza por ofertar o Curso de Licenciatura Plena em Letras/Português, no qual foram aplicados roteiros de questionários, questionários e proposta de produção textual com os discentes do curso, sujeitos da pesquisa. O trabalho ancora-se nos pressupostos teóricos que têm por base o caráter dialógico da linguagem a partir das noções teóricas de dialogismo, responsividade de Bakhtin (2006; 2011; 2014), além do aporte teórico-metodológico intitulado de Paradigma Indiciário proposto por Carlo Ginzburg (1989; 2006) que guia o trabalho de investigação voltado para a singularidade, a procura de indícios particulares de cada texto analisado, que sirvam de embasamento para a constituição de hipóteses explicativas sobre como os sujeitos revelam em sua produção escrita a referência às leituras por eles realizadas, marcando ou não processos intertextuais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1630360 - MARIA ANGELICA FREIRE DE CARVALHO
Interno - 2521935 - FRANCISCO WELLINGTON BORGES GOMES
Interno - 097.385.093-00 - IVEUTA DE ABREU LOPES - UESPI
Notícia cadastrada em: 22/08/2017 15:57
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 20/06/2021 03:26