Notícias

Banca de DEFESA: VANESSA SANTOS DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VANESSA SANTOS DE SOUZA
DATA: 21/11/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Video I - CCHL
TÍTULO: CAVIDADES INSIDIOSAS DO FEMININO: VIOLAÇÃO E LUXÚRIA EM PEQUENOS PÁSSAROS DE ANAÏS NIN
PALAVRAS-CHAVES: Anaïs Nin. Erotismo. Gênero.
PÁGINAS: 108
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
RESUMO:

A escritora francesa Anaïs Nin (1903-1977) é referência em literatura erótica e também influenciou o feminismo do século XX, período em que esse se formulava enquanto movimento social e corrente teórica. Além de sua vasta produção nos Diários, a autora se dedicou integralmente a psicanálise e ao seu amadurecimento artístico. No entanto, a crítica ainda não se debruçou totalmente diante a sua ficção, gênero literário ao qual a escritora também se dedicou e é terreno fértil para os debates sobre o feminismo. Por esta razão, o presente trabalho objetiva estudar contos do livro Pequenos pássaros (2013) da referida autora que apresentam mulheres como protagonistas: “Lina”, “Duas irmãs”, “O modelo”, “Mandra” e “A rainha”. Estes contos foram produzidos sob uma circunstância incomum, devido ao fato de serem resultantes de encomendas de um patrocinador anônimo que pagava um dólar a página para ler narrativas empreguinadas de sexo, sem nenhuma poesia. Apesar disso, os contos desvendam facetas da sexualidade feminina em narrativas luxuriosas que incitam a pesquisa de questões relativas à questão da mulher e noções de gênero, sobretudo por uma perspectiva de possibilidade de libertação feminina. Para este fim, a pesquisa irá se embasar em Simone de Beauvoir (1980) para compreender a mulher à época da produção dos contos e Judith Butler (2016) na análise da manifestação das categorias do desejo subverso. No que diz respeito ao erotismo recorreremos primeiramente a Bataille (2014), para depois aprofundarmos a questão da sexualidade na perspectiva de sua repressão histórica. Para tanto, nos utilizaremos das referenciações de Ussel (1980), Foucault (1999), Chauí (1984) entre outros teóricos, para depois compreendermos o orgasmo em sua nuance funcional a partir de Reich (1972) e filosófica com Marcuse (1975). Como resultados, espera-se que a atuação da escritora na literatura erótica concorde com um dos objetivos de emancipação feminina postulado pelo movimento feminista, a qual por muito tempo negligenciou a autora.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1192205 - SEBASTIAO ALVES TEIXEIRA LOPES
Interno - 1637106 - ALCIONE CORREA ALVES
Externo à Instituição - MARIA SUELY DE OLIVEIRA LOPES - UEPE
Notícia cadastrada em: 20/11/2017 09:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 20/06/2021 00:42