Notícias

Banca de DEFESA: RAQUELLE BARROSO DE ALBUQUERQUE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RAQUELLE BARROSO DE ALBUQUERQUE
DATA: 23/08/2018
HORA: 10:00
LOCAL: Sala 316
TÍTULO: ESPAÇOS URBANOS NA CONTÍSTICA DE CAIO FERNANDO ABREU: A SOLIDÃO, A TRANSGRESSÃO E A BUSCA POR IDENTIDADE(S)
PALAVRAS-CHAVES: Caio Fernando Abreu. Espaço. Solidão. Transgressão. Identidade.
PÁGINAS: 114
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
RESUMO:

O presente trabalho tem por objetivo geral investigar o espaço urbano pós-moderno e como este aspecto da narrativa reflete as ações das protagonistas dos seguintes contos de Caio Fernando Abreu: “Os sapatinhos vermelhos” e “Dama da noite”, de Os dragões não conhecem o paraíso (1988), e “Creme de alface”, de Ovelhas negras (1995). Os objetivos específicos abordarão a noção de solidão, transgressão e busca de identidade no espaço urbano pós-moderno das três narrativas supracitadas. A solidão, no contexto das três narrativas em estudo, apresenta-se como um estado de perda de si, amparado por espaços que refletem esta feição nas protagonistas. A transgressão surge como forma de desmascarar os papeis sociais impostos ao gênero feminino na sociedade, desta forma surge como resgate da identidade recalcada das personagens, apoiada por espaços propícios a atos de transgressão, sobretudo pelo uso das atmosferas que o texto sugere. A identidade é um conceito em constante questionamento por teóricos contemporâneos, visto que se apresenta em contínua mudança, seguindo o fluxo do multiculturalismo global. Tal conceito também aparece à deriva em relação às personagens das narrativas em estudo, pois aquelas aparecem dispersas e fragmentadas nos espaços nos quais interagem, exceto nos momentos de transgressão, nos quais os espaços amparam tal situação. Em “Os sapatinhos vermelhos”, a protagonista submerge na solidão, em seu apartamento, ao passo que foge para o bar em busca de libertação de seus desejos reprimidos, após assumir uma identidade transgressora. Em “Dama da noite”, a solidão a acompanha em todos os espaços nos quais tenta se refugiar, embora disfarce sua busca existencial em um bar, é justamente nele que se nega a participar dos padrões sociais e encontra-se perdida frente ao mascaramento que lhe é imposto enquanto gênero feminino. A “mulher-monstro”, como foi apelidada por seu criador a protagonista de “Creme de alface”, rompe sua identidade de dona-de-casa burguesa ao confrontar não apenas seus valores morais, mas os valores sociais, sobretudo ao transgredir sexualmente, o que proporciona a descoberta de novas nuances de si, mascaradas e sufocadas por falsos pudores morais. Trata-se de uma pesquisa de cunho bibliográfico, amparando-se na leitura e catalogação de textos previamente publicados sobre os temas, e qualitativa, na qual o objetivo das amostras é de produzir informações ilustrativas, além de buscar a explicação dos aspectos literários sem quantificar valores. Para tanto, como pilares principais, tem-se as reflexões de Bauman (1998), (2001), (2005) e (2009), Hall (2015), Giddens (2002), Butler (2015), Bachelard (1978), Tuan (2012), Borges Filho (2009), Brandão (2013) e Augé (2012), dentre outros. A análise das três narrativas de Caio Fernando Abreu traz à tona questões que permeiam o indivíduo pós-moderno dentro de sua complexidade fragmentada. A solidão nas grandes cidades, a transgressão como forma de escapismo, ou mesmo como busca de si, e a procura por identidades que foram mascaradas ou fragmentadas na pós-modernidade propiciam o estudo do espaço urbano nas narrativas contemporâneas como uma categoria que reflete o indivíduo, ideia esta bem representada pelas três narrativas destacadas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1192205 - SEBASTIAO ALVES TEIXEIRA LOPES
Interno - 145.435.403-87 - MARGARETH TORRES ALENCAR COSTA - UESPI
Externo à Instituição - MARIA SUELY DE OLIVEIRA LOPES - UESPI
Notícia cadastrada em: 15/08/2018 11:06
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 19/06/2021 21:19