Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: KEYLA ALVES PIMENTEL DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: KEYLA ALVES PIMENTEL DA SILVA
DATA: 10/12/2018
HORA: 16:00
LOCAL: Sala 323-L
TÍTULO: INICIATIVAS FORMAIS/INFORMAIS EM PRÁTICAS DE LEITURA NA “CASA DE LEITURA” DO IFPI - CAMPUS/FLORIANO
PALAVRAS-CHAVES: CASA DA LEITURA, PRÁTICAS DE LEITURAS, PROCESSO ENSINO/APRENDIZAGEM
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

Este trabalho tem por objetivo analisar se as iniciativas formais/informais de práticas leitoras, desenvolvidas na Casa da Leitura influenciaram o comportamento leitor de alunos egressos do ensino técnico integrado ao médio do IFPI Campus Floriano concluintes nos anos de 2015 e 2016, atualmente acadêmicos da UFPI Campus Ministro Petrônio Portella, que enquanto estudantes do IFPI estiveram submetidos às iniciativas formais e informais de leitura na “Casa da Leitura”. Para tanto buscou-se verificar se as iniciativas desenvolvidas na “Casa da Leitura” modificaram a maneira como esses estudantes se relacionam com a leitura; A pesquisa também objetivou avaliar se o projeto “Casa da Leitura” conseguiu romper os limites do IFPI e beneficiar os estudantes nas práticas leitoras na UFPI e fora dela; Com os questionários, investigou-se um breve perfil leitor desses alunos; E ainda, analisou-se como as iniciativas na “Casa da Leitura” contribuíram e contribuem na formação do aluno egresso do ensino técnico de edificações, eletromecânica, informática e meio ambiente integrado ao médio do IFPI Campus Floriano que está cursando o nível superior na Universidade Federal do Piauí – Campus Teresina. Para referendar este estudo, tomamos como base as perspectivas de Freire (2011), Martins (2005), Silva (1993; 2011), Solé (1998), Kleiman (2013), Brito (2008), Koch (2011; 2013), Colomer (2014), Kaufman (1995), Maroto (2012) e Instituto Pró - Livro (2011), Yin (2016), entre outros. O corpus desta pesquisa foi constituído por estudantes egressos do IFPI Campus Floriano que participaram dos projetos de leitura e estão atualmente matriculados em cursos de graduação da UFPI Campus Ministro Petrônio Portella. A metodologia utilizada foi qualitativa defendida por YIN (2016 p. 05) quando traz que “o fascínio da pesquisa qualitativa é que ela permite a realização de estudos aprofundados sobre uma ampla variedade de tópicos, incluindo seus favoritos, em termos simples e cotidianos. Além disso, a pesquisa qualitativa oferece maior liberdade na seleção de temas de interesse, porque os outros métodos de pesquisa tendem a ser limitados por uma série de questões (...)”. O percurso investigativo trouxe como dados de pesquisa, os resultados obtidos a partir de questionários eletrônicos direcionados aos estudantes alvo da pesquisa, bem como o relatório de dados do SIAB (Sistema digital que relata todas as atividades de empréstimos dos livros da Biblioteca e da Casa da Leitura do IFPI/Campus Floriano), além de análise de textos produzidos pelos entrevistados. Acreditamos ser uma pesquisa de fundamental contribuição para o processo ensino/aprendizagem de uma maneira geral, por sabermos da necessidade de discutir e rever os espaços de leituras das instituições de ensino, bem como a eficiência das iniciativas formais/informais de prática leitora desenvolvidas nesses espaços. O processo leitor do indivíduo desempenha um papel importante na sua formação holística dentro e fora da escola, por isso estimular a prática da leitura nesses ambientes consiste num fator imprescindível para a formação pessoal e profissional de qualquer cidadão.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1630360 - MARIA ANGELICA FREIRE DE CARVALHO
Interno - 2521935 - FRANCISCO WELLINGTON BORGES GOMES
Externo à Instituição - DIOGENES BUENOS AIRES DE CARVALHO - UESPI
Notícia cadastrada em: 10/12/2018 13:13
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 20/06/2021 01:21