Notícias

Banca de DEFESA: OSANA SANTOS MORAIS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: OSANA SANTOS MORAIS
DATA: 29/08/2019
HORA: 15:00
LOCAL: Sala 323-J
TÍTULO: ENTRE RATOS E RUMINANTES: A POLÍTICA DO FANTÁSTICO EM VEIGA E TELES
PALAVRAS-CHAVES: Literatura fantástica; Metáfora; Hesitação; Direita; Esquerda; Desdemocratização.
PÁGINAS: 109
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
RESUMO:

Esta dissertação apresenta um estudo de natureza crítico-analítica das obras A Hora dos Ruminantes de José J. Veiga e O Seminário dos Ratos de Lygia Fagundes Telles. Seu propósito é investigar os mecanismos de configuração da literatura fantástica em ambas as obras e parte da hipótese de que os tempos de crise social e política, vividos em épocas e realidades específicas, são elementos capazes de fortalecer a produção da literatura fantástica. O cenário político compreendido entre os anos de 1964 a 1985 serviu de base para desenvolvimento das análises. A pesquisa tem por objetivo geral  analisar a constituição da literatura fantástica no universo das obras em foco e como objetivos específicos identificar traços característicos do fantástico que as aproximem ou distanciem; verificar o nível de contestação e resistência evidenciado na linguagem de cada uma delas, considerando seu contexto de produção e investigar se o retorno da crítica ao fantástico, verificado nos últimos 15 anos, deveu-se ao prenúncio de um recrudescimento das direitas no Brasil e no mundo. Diante disso, por meio de uma pesquisa bibliográfica de natureza interpretativa, foram recorridas as contribuições teóricas de Todorov (1981), Vax (1972), Roas (2014), Ceserani (2006), Reis (2013), Berardinelli (2011), Cândido (2015), dentre outros. A pesquisa aponta que o recrudescimento das direitas, sobretudo nos últimos 15 anos, faz ressurgir a literatura fantástica no solo nacional, fato que confere à crítica literária nova tarefa para reinterpretá-la, redefini-la e enquadrá-la na esteira de acontecimentos metaforizados, capazes de denunciar as crises de um dado tempo em uma dada realidade.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 145.435.403-87 - MARGARETH TORRES ALENCAR COSTA - UESPI
Presidente - 1167869 - SAULO CUNHA DE SERPA BRANDAO
Notícia cadastrada em: 19/08/2019 10:39
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 19/06/2021 20:49