Notícias

Banca de DEFESA: CAMILA RAYSSA BARBOSA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAMILA RAYSSA BARBOSA DA SILVA
DATA: 17/07/2020
HORA: 15:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO: ANÁLISE SOCIORRETÓRICA DO GÊNERO RELATÓRIO FINAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA ÁREA DE LINGUÍSTICA
PALAVRAS-CHAVES: Relatório Final de Iniciação Científica; Inglês para Fins Específicos; Estudos Retóricos de Gêneros; Seção de Resultados e Discussão.
PÁGINAS: 158
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

RESUMO:

     O gênero Relatório Final de Iniciação Científica é de grande importância para o desenvolvimento intelectual e científico dos graduandos, já que é exigido em Programas de Iniciação Científica (PIBIC) como forma de relatar o desenvolvimento e os caminhos percorridos para se chegar aos resultados da pesquisa, que normalmente é vinculada a um projeto de pesquisa maior. Esse gênero, normalmente, não é divulgado, já que sua veiculação somente acontece se publicado em forma de artigo científico, pois sua circulação se dá mais entre aluno-pesquisador, orientador e agências de fomento. Nesse sentido, esta dissertação teve como objetivo analisar e descrever  a configuração sociorretórica  o gênero Relatório Final de Iniciação Científica, produzidos por alunos do curso de Letras, área de Linguística, da Universidade Federal do Piauí, de modo a investigar o propósito comunicativo e a função social do gênero, bem como analisar a concepção desse gênero em documentos oficiais disponibilizados pelos órgãos competentes e também na visão de seus usuários. Além disso, foi analisada a organização retórica da seção de Resultados e Discussão, a fim de verificar como essa seção é construída pelos alunos de IC do curso de Letras/Linguística. Para realização deste estudo, recorremos teoricamente aos estudos retóricos de gêneros, encabeçados por Miller (2012 [1984]); Bazerman (2005), Devitt (2004) e também aos estudos sobre Inglês para fins específicos (SWALES, 1990, 2004, 2016). O corpus é formado por 12 relatórios da área de Linguística, em que foram realizadas análises textuais para identificar como é construída a seção de Resultados e Discussão, com base na noção de passo retórico, definida por Swales (1990), bem como documentos oficiais do Programa de Institucional de Bolsas de Iniciação Científica, elaborados pelo CNPq e pela Universidade Federal do Piauí. Para análise contextual, foram realizadas entrevistas com alunos-pesquisadores e orientadores para investigar a situação retórica, o propósito comunicativo, o sistema de gêneros e a consciência retórica dos autores dos relatórios. Os resultados mostraram que os professores e alunos consideram ser o objetivo do PIBIC a inserção na pesquisa científica. Para os alunos, o objetivo também é desenvolver habilidades de leitura e escrita acadêmicas. Essa expectativa é decorrente do fato de esses alunos considerarem a graduação insuficiente para desenvolver tais habilidades. Na área de Linguística, os livros teóricos, assim como apontado por Rio Lima (2019), ainda são mais valorizados que os artigos de pesquisa, o que acarreta num apoio mais na teoria do que em pesquisas prévias. Considerando a análise textual, chegou-se a uma organização retórica que apresentou cinco passos recorrentes na área de Linguística, porém, as subáreas apresentaram particularidades, que permitiram entender que há diferentes concepções de pesquisa dentro de uma mesma área do conhecimento. A partir dos achados da pesquisa, concluímos que para o relatório final de IC são reconhecidas 3 funções: 1) burocrático-administrativa; 2) ensino-aprendizagem e 3) relatar pesquisa.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167642 - FRANCISCO ALVES FILHO
Interno - 2521935 - FRANCISCO WELLINGTON BORGES GOMES
Externo à Instituição - REGINA CELI MENDES PEREIRA - UFPB
Notícia cadastrada em: 29/06/2020 11:18
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 20/06/2021 01:20