Notícias

Banca de DEFESA: VIVIANE GARCÊZ DE OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VIVIANE GARCÊZ DE OLIVEIRA
DATA: 28/08/2020
HORA: 15:00
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO: UMA ANÁLISE DOS SUFIXOS ÃO E ONA NA PERSPECTIVA DA TEORIA DAS OPERAÇÕES PREDICATIVAS E ENUNCIATIVAS.
PALAVRAS-CHAVES: Sentido. TOPE. Unidades lexicais. Sufixos ÃO e ONA.
PÁGINAS: 103
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

      O sentido das unidades lexicais não é dado, mas construído, somente, por meio dos enunciados. Considera-se, portanto, uma dinâmica de interação, na qual acontece uma relação entre as unidades lexicais no ambiente textual (cotexto), assim como a relação dessas unidades com o contexto. Em vista disso, o objetivo desta pesquisa é analisar como os sentidos das unidades lexicais que comportam os sufixos ÃO e ONA são construídos na diversidade dos enunciados. Para alcançar esse objetivo, apoiamo-nos nos pressupostos teórico-metodológicos da Teoria das Operações Predicativas e Enunciativas, doravante TOPE, desenvolvida pelo linguista francês Antoine Culioli (1990, 1999a, 1999b), mais especificamente, numa linha de investigação elaborada por Franckel, Paillard e Vogué (2011). O corpus desta pesquisa se constitui de enunciados retirados dos sites: www.corpusdoportugues.org e Google. Após a seleção dos enunciados, aplicamos a metodologia de paráfrases/reformulação e, em seguida, dividimos esses enunciados em grupos, alocando-os em cada grupo, considerando a aproximação semântica entre eles, para, por fim, elaborarmos a sua forma esquemática, buscando estabelecer a identidade dos sufixos –ÃO e ONA, bem como a sua invariância. Os resultados demonstraram que não há um sentido pré-estabelecido para as unidades lexicais que comportam os sufixos –ÃO e –ONA. Além disso, observamos, também, que o sufixo junto à unidade lexical oferece suas contribuições para que o sentido seja concebido. Assim, na TOPE, o sentido das unidades lexicais que comportam os sufixos aqui estudados, não pode ser entendido como um simples resultado de um acréscimo do sufixo a uma palavra base, mas, sim, como o resultado de um conjunto de operações, as quais co-ocorrem na atividade de linguagem.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423483 - MARIA AUXILIADORA FERREIRA LIMA
Interno - 132.819.503-10 - PEDRO RODRIGUES MAGALHÃES NETO - UESPI
Externo à Instituição - WALDEMAR DUARTE DE ALENCAR NETO - IFPI
Notícia cadastrada em: 03/08/2020 11:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 20/06/2021 17:00