Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: DARKYANA FRANCISCA IBIAPINA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DARKYANA FRANCISCA IBIAPINA
DATA: 30/04/2021
HORA: 15:30
LOCAL: Videoconferência
TÍTULO: Saberes sociolinguísticos de professores de Língua Portuguesa do Ensino Médio: um estudo etnográfico da prática pedagógica no contexto da Base Nacional Comum Curricular (BNCC)
PALAVRAS-CHAVES: Saberes sociolinguísticos. Ensino de Língua Portuguesa. Competência Comunicativa. Base Nacional Comum Curricular.
PÁGINAS: 48
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

Os saberes sociolinguísticos construídos pelos professores de Língua Portuguesa são tanto relevantes quanto necessários na tarefa de possibilitar aos alunos o desenvolvimento da competência comunicativa. Esses conhecimentos vão sendo construídos pelos docentes em seu processo de formação inicial e contínua, a partir dos estudos da Sociolinguística, especialmente da vertente Educacional. Entretanto, quando os professores não se apropriam desses conhecimentos, ou não os utilizam em sua prática pedagógica, de forma compreensiva e crítica, considerando a realidade social, cultural e linguística dos alunos, e articulando-os com as orientações dos documentos oficiais, tais como a Base Nacional Comum Curricular (Ensino Médio) para o ensino de Língua Portuguesa, o desempenho linguístico dos alunos pode ser seriamente prejudicado. Partindo dessa realidade, o objetivo desse estudo consiste em analisar a relação entre os saberes sociolinguísticos utilizados pelos professores de Língua Portuguesa do Ensino Médio em sua prática pedagógica e o desenvolvimento da competência comunicativa dos alunos, considerando as orientações da Base Nacional Comum Curricular – BNCC (Ensino Médio), de forma compreensiva e crítica. Para tanto, serão considerados em nossa fundamentação teórica os estudos de autores como: Bortoni-Ricardo (2004, 2005, 2008, 2017), Bortoni-Ricardo e Rocha (2020), Costa (2004, 2012, 2016), Cyranka (2015), Erickson (1987), Faraco (2008, 2015), Gumperz (1972, 1982), Hymes (1972), Vieira (2017, 2019) e outros. Trata-se de um trabalho de natureza qualitativa, do tipo etnografia colaborativa, ancorado em teorias da Sociolinguística. Esperamos que seja possível proporcionar aos docentes e a nós como pesquisadora, a compreensão de que toda prática pedagógica precisa ser perpassada por um compromisso social, bem como contribuir para que os educadores possam romper com as formas conservadoras do ensino de língua, e inserir-se no contexto da pesquisa como fonte de busca e reflexão constante sobre a complexidade do ato de ensinar e aprender e sobre os saberes constituídos nesse processo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 7422420 - CATARINA DE SENA SIRQUEIRA MENDES DA COSTA
Externo à Instituição - ESTELLA MARIS BORTONI FIGUEIREDO RICARDO - UnB
Interno - 3108138 - IVEUTA DE ABREU LOPES
Notícia cadastrada em: 05/04/2021 07:54
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 20/06/2021 15:08