Notícias

Banca de DEFESA: SAMARINA SOARES DE SA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SAMARINA SOARES DE SA
DATA: 19/09/2013
HORA: 15:00
LOCAL: Sala de Video II
TÍTULO:

As transformações do gênero propaganda de carros em jornais impressos de Teresina (1950 a 2002)


PALAVRAS-CHAVES:

Gênero propaganda de carros. Nova Retórica. Bakhtin


PÁGINAS: 167
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

Esta pesquisa tem, como objetivo, identificar quais as alterações ocorridas no gênero Propaganda de Carros durante os cinquenta e dois anos que separam a década de 1950 do ano de 2002, a fim de se perceber, à luz das teorias de gênero do discurso, como essas mudanças ocorreram. Os gêneros discursivos, por serem dotados de relativa estabilidade, estão a serviço das necessidades humanas, as quais possibilitam que sua forma e sua função não permaneçam estanques no tempo. Em contrapartida, mesmo sendo dotados de flexibilidade relativa, os gêneros discursivos também possuem uma faceta estável, que garante certa regularidade à comunicação que os falantes desempenham no dia a dia. É em busca dessa flexibilidade e de explicações para sua ocorrência que esta pesquisa se desenvolve. No sentido de auxiliar nessa empreitada, autores representantes da Nova Retórica estadunidense, como Devitt (2004), Miller (2009 [1984]) e Bazerman (2011), contribuíram com teorias que propõem o estudo do gênero discursivo tal como aqui se pretende realizar: com enfoque social. Cabe ressaltar que teorias bakhtinianas também fundamentam o escopo teórico desta pesquisa. De posse das contribuições dos autores acima elencados, foi realizado o estudo da propaganda propriamente dito, com ênfase nos elementos que a compõem e em seu funcionamento social. Na tarefa de identificar e interpretar as alterações ocorridas no gênero Propaganda de Carros, foram utilizadas categorias de análise com vistas a melhor visualização das alterações ocorridas no gênero em destaque. As categorias escolhidas para esta análise foram: forma composicional, leitor presumido e tema. Por meio de tais categorias, foi possível traçar considerações tanto gerais quanto específicas acerca da natureza do gênero Propaganda de Carros em cinquenta e dois anos. Ressalta-se que o corpus desta pesquisa é totalmente composto por imagens extraídas de jornais impressos piauienses (Jornal O Piauí, Jornal Folha da Manhã, Jornal Diário do Povo e Jornal O Dia). Essas imagens, num total de 24, foram adquiridas no Arquivo Público do Estado do Piauí e na Hemeroteca Erasmo Celestino dos Santos (localizada no Instituto Dom Barreto, em Teresina–PI). Após minuciosa aplicação teórica sobre as propagandas digitalizadas que compõem esta pesquisa, espera-se ter atingido o propósito firmado acima, qual seja: explicar como se deram as transformações no gênero Propaganda de Carros, de 1950 a 2002.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167642 - FRANCISCO ALVES FILHO
Externo ao Programa - 423514 - FRANCISCO LAERTE JUVENCIO MAGALHAES
Interno - 1534557 - RONALD TAVEIRA DA CRUZ
Notícia cadastrada em: 12/08/2013 14:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 17/06/2021 14:07