Notícias

Banca de DEFESA: ANDERSON ALMEIDA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDERSON ALMEIDA DA SILVA
DATA: 17/09/2013
HORA: 10:00
LOCAL: Sala de Vídeo II
TÍTULO:

SINTAGMAS NOMINAIS: MARCAS DE REFERENCIALIDADE E DETERMINAÇÃO NA LIBRAS. 


PALAVRAS-CHAVES:

Sintagmas nominais, referencialidade, determinantes e LIBRAS


PÁGINAS: 125
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
RESUMO:

Esta pesquisa foi realizada tendo em vistas a necessidade de se desenvolverem projetos relacionados a uma possível gramaticalização da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS. Com o objetivo de fornecer dados teóricos que subsidiem a construção de gramáticas da LIBRAS, nessa perspectiva, esta dissertação foca as suas discussões nas marcas de referência e determinação ocorrentes em situações de proferimento por utentes nativos da LIBRAS dada uma análise das evidências semânticas encontradas nos nominais desta língua. Concernente à metodologia aplicada, a pesquisa contempla duas fases imbricadas entre si, a instrução bibliográfica e a análise teórico-descritiva. Os dados coletados de fontes virtuais e reais constituem a amostragem oriunda de atividades de elicitação ou de base naturalística. Utilizando os testes propostos pro Boskovic (2006) para a identificação de línguas com ou sem a estrutura de artigos, procedeu-se a análise dos dados coletados para fins desta pesquisa. A análise dos dados contempla uma descrição ilustrada e glossada no sistema proposto por Felipe (2005), também mescladas às notações com índices utilizadas pela sintaxe, das ocorrências de sintagmas nominais definidos e indefinidos em LIBRAS, buscando identificar as ocorrências fonológicas explícitas de determinantes nesta língua. No quadro teórico sobre as ocorrências dos NP’s e DP’s na LIBRAS e em outras línguas de sinais foram consultadas as publicações de Finau (2004), Salles e Pires (2011) e Sá et al (2012) e Bahan (1995) para a ASL – Língua Americana de Sinais e Barberà (2012) para a LSC – Língua de Sinais Catalã. Uma revisão sobre as unidades de classificação em LIBRAS também é apresentada por Mendonça (2012). Os resultados mostram das ocorrências dos: sinais indiciais (apontação), sinais lexicais, uso de classificadores, marcações não manuais e movimentos corporais associados como formas de se obter a determinação em LIBRAS. Conclui-se, então, sobre a generalização de que a LIBRAS possui artigos na sua estrutura de determinantes, apoiados no alto grau de aprovação das estruturas dos nominais para os testes de Boskovic (2006) para línguas DP, o que nos leva a pontuar que a presença de D pode ser um padrão não obrigatório para a LIBRAS. Outros estudos complementares são requeridos a partir das análises iniciadas por este trabalho.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1167642 - FRANCISCO ALVES FILHO
Externo à Instituição - NIZE DA ROCHA SANTOS PARAGUASSU MARTINS - UESPI
Presidente - 1534557 - RONALD TAVEIRA DA CRUZ
Notícia cadastrada em: 30/08/2013 15:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 16/06/2021 18:01