Notícias

Banca de DEFESA: GEYSA DIELLE RODRIGUES VIEIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GEYSA DIELLE RODRIGUES VIEIRA
DATA: 30/07/2014
HORA: 15:00
LOCAL: Sala de Video II - CCHL
TÍTULO:

A Intertextualidade Imagética na Construção de Sentidos do Gênero Cartum


PALAVRAS-CHAVES:

Intertextualidade imagética; cartum; construção de sentidos.


PÁGINAS: 190
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

A intertextualidade concebida como a retomada de textos efetivamente produzidos,

que estabelecem entre si algum tipo de relação, é um tema muito discutido no meio acadêmico,

entretanto as pesquisas que estudam esse fenômeno geralmente tomam para análise os textos

verbais. Por essa razão, é necessário um aprofundamento dessa discussão no que diz respeito às

relações estabelecidas entre textos imagéticos e outros textos multissemióticos. Norteado pelo

propósito de ampliar a pesquisa sobre a intertextualidade imagética, ou seja, a intertextualidade

estabelecida principalmente por imagens, este trabalho objetiva descrever e analisar como os

cartuns dialogam com outros textos multissemióticos a fim de produzir sentido. Para tanto, partimos

da concepção sociocognitiva de texto assumida pela agenda atual da Linguística de Texto, que se

alia à noção de multimodalidade, para maior esclarecimento de como ocorre a construção de

sentidos em textos multimodais, como o cartum. Dessa forma, com base em Koch e Cunha-Lima

(2007), Koch (2004; 2011), Cavalcante e Custódio Filho (2010), Bentes, Ramos e Alves Filho (2010),

Kress e van Leeuwen (2001, 2006), Bakhtin (2003), Koch, Bentes e Cavalcante (2012), Silva (2008),

Riani-Costa (2002) e, principalmente, Mozdzenski (2009), que apresenta uma proposta de análise da  intertextualidade entre textos multissemióticos, procedemos à análise qualitativa de um corpus

constituído por quinze cartuns selecionados do catálogo virtual do 4o Salão de Humor da Medplan,

que ocorreu em 2012 e teve como tema Redes Sociais. Assim, analisamos as complexas relações

intertextuais instauradas entre esses cartuns e diversos gêneros, observando quais os principais

elementos que auxiliam na (re)ativação cognitiva do intertexto em nossa memória. Os resultados

qualitativos da análise apontam para a produtividade da intertextualidade imagética na construção

dos sentidos do gênero cartum, atestando que a intertextualidade nos cartuns pode ser estabelecida

principalmente pelas categorias imagéticas, visto que as imagens auxiliam diretamente na

identificação do texto-fonte e são essenciais para a construção de sentidos do texto.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - BARBARA OLIMPIA RAMOS DE MELO - UESPI
Interno - 1167642 - FRANCISCO ALVES FILHO
Presidente - 239.422.233-68 - SILVANA MARIA CALIXTO DE LIMA - UESPI
Notícia cadastrada em: 16/07/2014 11:23
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 20/06/2021 04:06