Notícias

Banca de DEFESA: VANESSA RAQUEL DA COSTA FURTADO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VANESSA RAQUEL DA COSTA FURTADO
DATA: 29/08/2014
HORA: 17:00
LOCAL: Sala de Estudos de Linguagem - CCHL
TÍTULO:

A (RE) CONSTRUÇÃO DO REFERENTE OVERMAN NAS TIRAS CÔMICAS DE LAERTE


PALAVRAS-CHAVES:

Referenciação. Multimodalidade. Tiras cômicas. Gramática do Design Visual.

 


PÁGINAS: 96
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Lingüística
RESUMO:

A presente pesquisa visa investigar os processos referenciais na construção de sentidos das tiras cômicas, considerando para tanto os elementos verbais e visuais como partícipes do processo de significação. Com vistas a alcançar os objetivos propostos, selecionamos um corpus de nove exemplares de tiras cômicas, da série Overman, de Laerte, nos quais a construção dos referentes depende da articulação verbovisual do texto. A (re) construção do referente Overman (personagem-título) é o foco de nosso estudo. Escolhemos dentro da série três temáticas para sistematizar as análises: “o herói sem prestígio”, “Overman, o tolo” e “Overman, o truculento”. A ênfase da pesquisa está na consideração de aspectos verbovisuais que auxiliam na (re) construção do referente Overman, não deixando de considerar outros casos presentes nas tiras selecionadas. O interesse pelo trabalho com as histórias em quadrinhos, mais especificamente com as tiras cômicas, dá-se pelos textos do gênero serem facilmente acessíveis, de características híbridas, em que o propósito comunicativo é alcançado num trabalho entre produtor e espectador (para utilizar um termo da GDV). Fundamentamos o trabalho da construção referencial nas categorias aplicadas em textos multimodais elencadas por Custódio Filho (2011), com base em Cavalcante (2003; 2004) e os conceitos de sistemas de significados da Gramática do Design Visual (GDV), de Kress e van Leeuwen (2006), advinda dos estudos em Semiótica Social. Para as apreciações teóricas acerca da perspectiva sociocognitiva, multimodalidade e Referenciação, baseamo-nos em Koch e Cunha-Lima (2007), Koch (2004; 2011), Cavalcante e Custódio Filho (2010), Bentes, Ramos e Alves Filho (2010),

Capistrano Jr (2012), Ciulla e Silva (2008), Silva (2013) e Lima (2009). Realizamos a pesquisa da seguinte forma: selecionamos a série em questão e, de um universo de 227 tiras que estão publicadas no site do autor, escolhemos três exemplares das temáticas mais recorrentes, citadas anteriormente; em seguida, verificamos como se deu a construção do referente Overman, que processos de Referenciação foram aplicados na construção de sentido e como as categorias da GDV auxiliam na ampliação da significação desse e de outros referentes nas tiras. Desenvolvemos então as análises, com base na fundamentação teórica adotada, de forma que pudéssemos perceber os aspectos supracitados e, com este estudo, confirmamos nossa hipótese de que a construção de referentes no gênero tira cômica é influenciada diretamente por seu caráter multimodal, sendo os sentidos constituídos na imbricação entre o material verbal e visual.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1167642 - FRANCISCO ALVES FILHO
Externo à Instituição - FRANKLIN OLIVEIRA SILVA - UFC
Presidente - 239.422.233-68 - SILVANA MARIA CALIXTO DE LIMA - UESPI
Notícia cadastrada em: 29/08/2014 08:49
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 17/06/2021 13:59