Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: NILSON MACEDO MENDES JUNIOR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NILSON MACEDO MENDES JUNIOR
DATA: 24/09/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Estudos Literários - CCHL
TÍTULO:

A Memória e Identidade Afro-Americana em Narrative of the life of Frederick Douglass, an American slave, written by himself


PALAVRAS-CHAVES:

Memória. Identidade. Slave Narratives. Literatura Afro-Americana. Frederick Douglass.


PÁGINAS: 55
GRANDE ÁREA: Lingüística, Letras e Artes
ÁREA: Letras
RESUMO:

A presente dissertação tem como tema a memória e a identidade afro-americana advinda do uso da memória coletiva da comunidade negra do sul dos Estados Unidos da América na obra Narrative of the life of Frederick Douglass, an American slave, written by himself. Inicia- se o trabalho abordando de que forma a crítica literária de sua época analisa a obra de Douglass. Depois, comenta-se brevemente o contexto histórico e social das obras. E principalmente, como ela é responsável nas narrativas escravas pela construção das características desse gênero de literatura Afro-Americana. Surgida no período da história conhecida nos Estados Unidos como Antebellum e Postbellum period, referentes a antes e depois da Guerra Civil Americana. Em uma segunda parte, discutiremos de que maneira a mesma memória em conjunto com a característica principal das narrativas escravas, a literatura oral ou oralidade das comunidades africanas e afrodescendentes, ajudaram na construção identitária de uma nacionalidade primeiramente étnica, mas que por conta da voz obtida através das várias narrativas de escravizados que se libertam e denunciam as agruras do cativeiro, ensejaram dessa forma os primeiros desejos de uma nacionalidade cívica, e a problemática suscitada por essa luta é o começo do projeto que daria origem aos vindouros movimentos sociais negros e suas ações afirmativas. Por último, discorreremos acerca da maneira como é representada a memória coletiva no nosso objeto de estudo na forma de análise literária. O intento do nosso trabalho é divulgar a existência desse gênero literário tão difundido e estudado no hemisfério norte de nosso continente, porém desconhecido no Brasil, divulgar também seus autores e obras, sua importância histórica na construção da sociedade americana contemporânea como Nação. Outro motivo é fomentar a área de pesquisa das literaturas afro-americanas na nossa academia, tornando autores e obras conhecidos para com isso promover pelo menos a discussão da existência desta literatura. E de fato na parte final, far-se-á as considerações finais do trabalho em conjunto com as conclusões. Para tal, a metodologia escolhida para desenvolver o trabalho foi a pesquisa bibliográfica. Trata-se ainda de uma pesquisa no campo da Crítica Literária, com o necessário suporte da Teoria da Literatura, em especial no que diz respeito às narrativas autobiográficas, com diálogos interdisciplinares com a História, no que diz respeito ao resgate do contexto histórico da sociedade escravocrata do sul dos Estados Unidos nos Estados Unidos no século XIX e ao debate teórico acerca da memória, assim como com a Sociologia, principalmente no que diz respeito ao debate teórico acerca do conceito de identidade. É pilar importante para a construção do texto o aporte teórico de representantes importantes, como: Édouard Glissant (2005), Elio Ferreira (2006; 2010; 2013), Franz Fanon (1967), Henri Bergson (1999), Homi Bhabha (2013), Iván Izquierdo (2002), Jacques Le Goff (2003), Maurice Halbwachs (1990), Pierre Nora (1993), Stuart Hall (2013), Roland Walter (2009), dentre outros que se mencionará depois dentro do texto. A pesquisa documental foi realizada através da produção de resenhas, resumos e fichas de análise como instrumentos de levantamento bibliográfico. Após o levantamento documental os dados foram arquivados na forma de fichas e resumos para que dessa forma sejam tabulados os dados necessários para a comprovação da hipótese levantada pela pesquisa. Dessa maneira, encerrou-se a pesquisa documental. Conclui-se esse texto, afirmando-se que por enquanto a dissertação ainda está em fase de elaboração, não sendo possível ainda a divulgação de nenhum resultado concreto.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1637106 - ALCIONE CORREA ALVES
Externo à Instituição - MARIA DO SOCORRO BAPTISTA BARBOSA - UESPI
Interno - 1630720 - MARIA ELVIRA BRITO CAMPOS
Notícia cadastrada em: 09/09/2014 11:13
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 16/06/2021 17:13