Notícias

Banca de DEFESA: ANA PAOLA PIETA RAMBO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA PAOLA PIETA RAMBO
DATA: 09/10/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de reunião da direção
TÍTULO: CRESCIMENTO E PRODUTIVIDADE DE PLANTAS DE SOJA IRRIGADA EM DIFERENTES ÉPOCAS DE SEMEADURA EM BAIXA LATITUDE
PALAVRAS-CHAVES: Glycine max (L.) Merrill, análise de crescimento, características agronômicas, cerrado piauiense, desempenho fisiológico
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
SUBÁREA: Fitotecnia
ESPECIALIDADE: Fisiologia de Plantas Cultivadas
RESUMO:

O Brasil possui potencial para expansão do cultivo da soja irrigada, no entanto, ainda não existem estudos quanto ao desempenho e viabilidade da cultura neste sistema nas regiões de baixa latitude, Nordeste do país. O objetivo deste trabalho foi caracterizar o crescimento, desenvolvimento e a produção da cultivar de soja COODETEC 2730 IPRO em uma época de semeadura (março a junho - 2016) e a avaliar o crescimento, produção e viabilidade da cultivar BRASMAX Bônus IPRO em distintas épocas de semeadura (época1: junho a setembro - 2016; época2: dezembro a março – 2016/2017), ambas sob cultivo irrigado em baixa latitude. O experimento foi realizado na Fazenda Nossa Senhora de Fátima, no Município de Redenção do Gurguéia – PI. As avaliações foram realizadas ao longo do ciclo da cultura, entre os estádios fenológicos V4/V5 (vegetativo com 4 a 5 nós na haste principal) até R7 (início da maturação) nas três diferentes épocas. Para as duas cultivares foram avaliados: altura de planta, diâmetro do caule, clorofila a/b e total, número de folhas, teor relativo de água, umidade do solo, massa seca da parte aérea, área foliar, índice de área foliar, taxa assimilatória líquida, taxa de crescimento relativo, taxa de crescimento absoluto, taxa de crescimento da cultura e razão de área foliar, produtividade, número de vagens, altura de inserção de primeira vagem e número de grãos por vagem. As principais conclusões foram: a) houve redução no ciclo total da cultura de 30 dias, havendo redução no porte das plantas e demais características de produção para a cultivar COODETEC 2730 IPRO. Contudo a cultivar obteve uma boa produtividade, 2. 652,00 kg ha-1, comparada ao ano de cultivo avaliado (ano atípico), possuindo alta capacidade de transformar a matéria seca acumulada em produtividade de grãos; b) A cultivar BÔNUS IPRO irrigada em baixa latitude teve um adequado crescimento vegetativo e uma boa produção quando cultivada no período de dezembro a março; c) A cultivar BÔNUS IPRO sob sistema irrigado obteve maior capacidade de transformar a matéria seca acumulada em produtividade de grãos na Ep2, época que corresponde a recomendada para a região (Novembro a Março).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2999626 - DANIELA VIEIRA CHAVES
Interno - 1974703 - EDIVANIA DE ARAUJO LIMA
Externo ao Programa - 025.790.339-98 - ELAINE HEBERLE - UFPI
Externo à Instituição - JOCLEITA PERUZZO FERRAREZE - IFC
Notícia cadastrada em: 26/09/2017 21:55
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 28/10/2021 01:00