Notícias

Banca de DEFESA: SOISLAN SOUSA REIS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SOISLAN SOUSA REIS
DATA: 27/02/2018
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de vídeoconferência - CPCE
TÍTULO: TOXICIDADE DE INSETICIDAS AO PARASITOIDE DE OVOS Trichogramma pretiosum (Hymenoptera: Trichogrammatidae)
PALAVRAS-CHAVES: Fases imaturas; parasitoide de ovos; controle biológico; manejo integrado de pragas; produtos químicos
PÁGINAS: 47
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
SUBÁREA: Fitotecnia
RESUMO:

O objetivo do presente trabalho foi avaliar os efeitos de inseticidas recomendados para a cultura da soja sobre os diferentes estágios de Trichogramma pretiosum. Neste sentido os inseticidas metomil, indoxacarbe, fipronil, metoxifenozida, teflubenzurom, espinosade, clorpirifós e lambda-cialotrina+clorantraniliprole, foram testados nas concentrações recomendadas para a cultura da soja. A espécie/linhagem de T. pretiosum foi criada e multiplicada em ovos de Anagasta kuehniella por ser considerado o hospedeiro alternativo mais adequado para criação desses parasitoides em condições de laboratório. Ovos de A. kuehniella foram expostos ao parasitismo por 24 horas em tubos de ensaio contendo em cada tubo uma fêmea de 24h de idade. Após 72h e 168h as cartelas com ovos parasitados, foram imersas nas caldas de inseticidas por cinco segundos para testar o efeito dos referidos inseticidas nas fases de larva e pupa, respectivamente. Para avaliar o efeito dos inseticidas na fase adulta fêmeas de T. pretiosum linhagem N3, receberam ovos de A. kuehniella previamente imersos nas caldas inseticidas de cada produto. Avaliou-se a mortalidade de adultos, ciclo, longevidade número de ovos parasitados, redução no potencial de parasitismo, viabilidade para a geração F1, a emergência, individuo por ovo e a razão sexual. Lambda-cialotrina+clorantraniprole, teflubenzuron e metoxifenozida foram classificados como seletivos em relação à sobrevivência de adultos de T. pretiosum linhagem N3. Já para o parasitismo na fase adulta, os inseticidas metomil, clorpirifós, indoxacarbe, espinosade, fipronil e metoxifenozida foram os menos seletivos ao parasitoide. Para o ciclo de vida, longevidade de adultos e viabilidade o teflubenzuron foi considerado seletivo para todas as fases de vida do parasitoide. Quanto à emergência de T. pretiosum, indoxacarbe, lambda-cialotrina+clorantraniprole, teflubenzuron e metoxifenozida foram seletivos. O número de indivíduos por ovos foi significativamente afetado pelos os produtos espinosade, indoxacarbe, metomil e clorpirifós. Na razão sexual os produtos espinosade, indoxacarbe, metomil, clorpirifós, fipronil e lambda-cialotrina+clorantraniprole não foram seletivos a T. pretiosum. Nesse sentido, todos os inseticidas afetam negativamente o ciclo de vida do parasitoide T. pretiosum sendo necessários mais estudos e testes em casa de vegetação para a compreensão do comportamento deste importante parasitoide frente aos inseticidas utilizados para o controle de diferentes pragas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 049.642.706-70 - ALEXANDRE FARIA DA SILVA - UFPI
Presidente - 1494669 - LUCIANA BARBOZA SILVA
Externo ao Programa - 043.286.014-23 - SOLANGE MARIA DE FRANCA - UFPI
Notícia cadastrada em: 07/02/2018 09:09
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb02.ufpi.br.timers 23/10/2021 23:15