Notícias

Banca de DEFESA: ANA KAROLINA DE OLIVEIRA SÁ ACEVEDO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANA KAROLINA DE OLIVEIRA SÁ ACEVEDO
DATA: 20/02/2020
HORA: 14:30
LOCAL: Bom Jesus - PI - Universidade Federal do Piauí - CPCE - Auditório II da Pós-graduação
TÍTULO: Parâmetros genéticos e associação de caracteres de interesse ornamental em pimenteiras
PALAVRAS-CHAVES: Capsicum annuum; Potencial ornamental; Parâmetros genéticos; Índices de seleção;
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
SUBÁREA: Fitotecnia
RESUMO:
A variabilidade genética, associações entre características e seleção de acessos/genótipos superiores por meio de índices de seleção são os métodos mais utilizados em programas de melhoramento, em que, visam melhorar características de interesse para que atendam as necessidades do mercado. A pimenteira ornamental é uma das culturas que mais agregam valor devido as suas características estéticas. Pensando nisso, o objetivo do trabalho foi avaliar os parâmetros genéticos e associação de caracteres de interesse ornamental em pimenteiras entre 16 acessos de diferentes estados brasileiros. O experimento foi conduzido em telado, localizado no Departamento de Fitotecnia, do Centro de Ciências Agrárias, da Universidade Federal do Piauí, no período de fevereiro a novembro de 2017, no qual os acessos foram delineados inteiramente ao acaso, com quatro repetições, com uma planta por parcela, e caracterizados com base em 9 descritores quantitativos. Foram realizadas análises de variância, a estimação dos parâmetros genéticos, coeficiente de correlação de Pearson, análise de trilha e comparação dos índices de seleção de Mulamba e Mock e distância genótipo-ideótipo. De acordo com a análise de variância foi possível observar diferença significativa entre as características avaliadas. As associações das características foram avaliadas por meio da correlação em que, foi possível observar que as características que apresentaram maior correlação fenotípica e genotípica foram o comprimento do fruto e o comprimento da folha (0,8162 e 0,8634, respectivamente). O conhecimento dos efeitos diretos e indiretos foi por meio da análise de trilha, sendo que o comprimento da folha foi a característica que apresentou maior efeito direto em relação ao número de frutos por planta (-0,6815). Para as demais variáveis o efeito direto foi considerado baixo, sendo inferior ao valor do efeito da variável residual (0,5998), o que reduz a importância dessas variáveis no modelo. Com o intuito de selecionar acessos superiores, o índice Mulamba e Mock selecionou os acessos que apresentaram as melhores características ornamentais, entre eles estão o BAGC 236, 207, 199 e 228. Conclui-se que estes acessos são os mais indicados para os programas de melhoramento e que a característica comprimento da folha tem maior influência no número de frutos por planta.

MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1306317 - ARTUR MENDES MEDEIROS
Externo ao Programa - 2993761 - NATANAEL PEREIRA DA SILVA SANTOS
Externo à Instituição - NAYSA FLÁVIA FERREIRA DO NASCIMENTO - UFV
Interno - 1267300 - PRISCILA ALVES BARROSO
Notícia cadastrada em: 11/02/2020 08:31
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 24/10/2021 00:03