Notícias

Banca de DEFESA: EDINEIA DA SILVA ARAUJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EDINEIA DA SILVA ARAUJO
DATA: 30/04/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Bom Jesus-Piauí-UFPI
TÍTULO: DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DE MOSCAS-DAS-FRUTAS (DIPTERA: TEPHRITIDAE) COM SEUS PARASITOIDES ASSOCIADOS A PLANTAS HOSPEDEIRAS
PALAVRAS-CHAVES: Ceratitis capitata; Anastrepha; levantamento populacional; Sistema de informação geográfica SIG;
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
SUBÁREA: Fitotecnia
RESUMO:
As moscas-das-frutas, constituem o grupo de insetos de maior importância para a fruticultura, não só pelos danos diretos, no campo, em determinadas regiões, mas também em decorrência das barreiras quarentenárias impostas pelos países importadores da fruta in natura. Pesquisas sobre sistemas de informações geográficas (SIG), permitem o conhecimento sobre o padrão de distribuição e a diversidade das espécies de moscas-das-frutas numa região. Essa pesquisa foi conduzida para caracterizar a distribuição espaçial e associações das moscas-das-frutas com seus parasitoides e plantas hospedeiras no município de Bom Jesus-PI. As moscas foram obtidas por meio de coletas de frutos maduros ou em fase de amadurecimento, aleatoriamente em diferentes alturas no período de julho de 2018 a maio de 2019. Os materiais coletados foram levados para o laboratório de proteção de plantas da Universidade Federal do Piauí (UFPI/CPCE) para posterior identificação das moscas-das-frutas, parasitoides e das plantas hospedeiras. Para verificar os padrões de distribuição espacial da praga foram realizadas análises utilizando o método de Diagrama de Voronoi para delimitar as áreas representativas dos pontos de coletas. Foram avaliados a riqueza de espécies, a abundância, bem como a composição de espécies de mosca-das-frutas. Foram coletados 1.711 indivíduos, nestes representantes das espécies Anastrepha obliqua, Anastrepha fraterculus, Anastrepha alveata, Anastrepha sororcula, Anastrepha zenildae e Ceratitis capitata. As espécies de Anastrepha estão distribuídas de forma agregada. Anastrepha obliqua foi a espécie que apresentou uma maior distribuição em toda área de ecótono. Ceratitis capitata está distribuída apenas no perímetro urbano. A relação tritrófica ocorreu entre Asobara Anastrephae e An. obliqua associado a Spondias mombin e S. tuberosa. Opius sp. e An. alveata em Ximenia americana, Spondias mombin e S. tuberosa. A área de ecótono apresentou a maior riqueza de espécies, indicando que por ser uma área mais úmida pode fornecer mais recursos para a manutenção desses insetos. A associação de As. Anastrephae foi restrito a An. obliqua coletada em plantas de cajá e umbu. Ceratitis capitata é registrada pela primeira vez no estado do Piauí em Inga laurina. Registra-se a primeira ocorrência de Spalangia sp. em An. obliqua no Piauí. A moscas-das-frutas estão associadas a frutíferas nativas (umbu, cajá, ciriguela, araçá, ingá, ameixa silvestre) e cultivadas (acerola, carambola, goiaba).

MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2061108 - ELISON FABRICIO BEZERRA LIMA
Presidente - 1494669 - LUCIANA BARBOZA SILVA
Externo à Instituição - MANOEL ARAÉCIO UCHÔA FERNANDES - FUFGD
Notícia cadastrada em: 20/04/2020 22:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 24/10/2021 01:13