Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANTÔNIO AFONSO SOUSA DO NASCIMENTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANTÔNIO AFONSO SOUSA DO NASCIMENTO
DATA: 21/01/2021
HORA: 14:30
LOCAL: Sala Virtual - https://meet.google.com/gmn-gmir-cxo
TÍTULO: Extratos vegetais no controle de fungos fitopatogênicos de espécies agrícolas de importância econômica
PALAVRAS-CHAVES: subprodutos botânicos, Momordica charantia, Maclura tinctoria, Macrophomina phaseolina
PÁGINAS: 25
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
SUBÁREA: Fitossanidade
ESPECIALIDADE: Defesa Fitossanitária
RESUMO:

A utilização de defensivos químicos tem gerado diversos problemas na agricultura a curto e longo prazo. O manejo integrado de doenças (MID) regulamenta uma série de métodos que tratam de maneira eficiente das questões relacionadas ao controle de doenças da agricultura. Dentre estes métodos, uma linha que se apresenta promissora é a utilização de extratos vegetais no controle alternativo de fitopatógenos. Os extratos vegetais apresentam em sua composição metabólitos secundários com as mais diversas atividades biológicas, como por exemplo a antimicrobiana. O presente trabalho consistiu em avaliar os efeitos de extratos de plantas medicinais, com ocorrência na região sudoeste do Piauí, no controle de fungos fitopatogênicos de espécies agrícolas de importância econômica. Foram realizados ensaios in vitro e in vivo utilizando os extratos das espécies melão de São Caetano (Momordica charantia) e moreira (Maclura tinctoria), e os fungos fitopatogênicos Lasiodiplodia theobromae, Sclerotium delphinii e Macrophomina phaseolina. Nos ensaios in vitro, o extrato de melão de São Caetano destacou-se na inibição do crescimento dos três fungos testados, enquanto o extrato de moreira apresentou melhor desempenho contra L. theobromae e M. phaseolina. Nos ensaios in vivo, quando feijão-fava, inoculado com M. phaseolina, foi tratado com extrato de melão São Caetano, obtiveram-se os melhores resultados no controle do fungo, comparado ao tratamento com o fungicida comercial. A utilização destes extratos abre uma nova perspectiva no controle alternativo de fungos fitopatogênicos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 3015136 - FRANCISCA DIANA DA SILVA ARAUJO
Interno - 1267300 - PRISCILA ALVES BARROSO
Externo ao Programa - 2231082 - JULIAN JUNIO DE JESUS LACERDA
Notícia cadastrada em: 18/01/2021 09:49
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 24/10/2021 01:11