Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSÉ ROBERTO DA CUNHA LIMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSÉ ROBERTO DA CUNHA LIMA
DATA: 14/07/2021
HORA: 15:00
LOCAL: sistema remoto
TÍTULO: DETERMINAÇÃO DE COBRE E CHUMBO PO GRAFITE ESCOLAR MODIFICADO COM ALIZARINA S UTILIZANDO A TÉCNICA DE VOLTAMETRIA
PALAVRAS-CHAVES: VOLTAMETRIA. GRAFITE MODICADO. ALIZARINA. METAIS PESADOS.
PÁGINAS: 45
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Introdução: O crescimento de metais pesados em fontes de água potável é
uma preocupação crescente. Segundo Silva (2019), mesmo em baixas
concentrações em corpos d’água, estes podem causar efeitos significativos a
saúde, em razão da sua alta toxicidade. É o caso de metais como cádmio,
cromo, chumbo, cobre e mercúrio, que estão associados a diferentes efeitos no

sistema nervoso central e nos órgãos internos. Em seu estudo Bawaskar et al.
verificou que a exposição a longo prazo à água contaminada com cádmio e
chumbo aumentou o número de casos de disfunção renal e anemia em uma
aldeia da Índia. Contanto que, a presença de metais pesados na água tem sido
preocupante há alguns anos, já que a contaminação por eles pode provocar
desde pequenos até sérios riscos à saúde humana e por isso, faz-se
necessário técnicas de análise precisas e seguras para a determinação dessas
espécies. A voltametria é uma técnica eletroquímica que apesar de ser
considerada de baixo custo, eletrodos de trabalho como ouro, platina, mercúrio
e alguns tipos de grafite vendidos por empresas especializadas tem encarecido
muito essa técnica de onde as informações qualitativas e quantitativas de uma
espécie química são obtidas a partir do registro de curvas corrente-potencial,
realizadas durante a eletrólise dessa espécie em uma cela eletroquímica.
Objetivos: desenvolver um eletrodo de trabalho modificado com Alizarina, de
baixo custo, de fácil limpeza para determinação de metais como Cobre (Cu) e
Chumbo (Pb) por voltametria. Métodos: foi utilizado um protocolo de limpeza
para o eletrodo de grafite, onde é feito uma limpeza de superfície utilizando
uma lixa 3M 1500, colocado 10’ em banho ultrassônico com água ultrapura, o
processo é repetido por três vezes, logo em seguida é feito 10’ em banho
ultrassônico com álcool isopropílico, repetidos por três vezes, depois é seco
com nitrogênio gasoso e feito uma voltametria cíclica para avaliar a limpeza.
Em relação a modificação do eletrodo, foi imerso em solução aquosa de
Alizarina S (10,0 mmol.L -1 ) por aproximadamente 40s, sob agitação mecânica.
O eletrodo é então lavado com água ultrapura e transferido para a célula
eletroquímica contendo o tampão BR no pH desejado para obtenção dos
voltamogramas. Sobretudo, as amostras utilizadas foram submetidas a uma
janela de potencial de -0,90 Volt a +0,70 Volt e uma corrente que variou de -
0,250 mA a 0,125 mA. em diferentes concentrações de Cu e Pb. Resultados e
Discussão: O eletrodo modificado com Alizarina S apresentou uma excelente
resposta para a determinação de metais como cobre (Cu) e chumbo (Pb) em
diferentes concentrações (10mM; 10uM e 10nM). Os resultados obtidos
mostraram a viabilidade do uso em aplicações eletroanalíticas de metais
pesados em águas residuais. O uso de pontas de grafite modificada com
Alizarina S como eletrodo de trabalho, se mostra sensível, de fácil manipulação
e tratamento de resíduos. Conclusão: Uma metodologia de preparo simples,

de baixo custo, possibilitando a determinação direta da amostra, e sendo uma
alternativa viável ao uso como eletrodo de trabalho, que é utilizado como
abordagem convencional para detecção de metais pesados.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 995.992.603-68 - ALYNE RODRIGUES DE ARAUJO - UFPI
Externo à Instituição - FRANCISCO ARTUR E SILVA FILHO - UESPI
Presidente - 841.003.203-10 - LEIZ MARIA COSTA VERAS - UFPI
Notícia cadastrada em: 30/06/2021 14:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 30/11/2022 20:57