Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSE LOPES PEREIRA JUNIOR

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSE LOPES PEREIRA JUNIOR
DATA: 19/12/2016
HORA: 13:30
LOCAL: Sala de Aula do Mestrado
TÍTULO: ESTUDO DOS EFEITOS DO ALFA-BISABOLOL NA MUCOSITE INTESTINAL EXPERIMENTAL INDUZIDA POR 5 FLUOROURACIL
PALAVRAS-CHAVES: P
PÁGINAS: 51
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Farmacologia
SUBÁREA: Farmacologia Geral
RESUMO:

O 5–Fluorouracil (5-FU) é usado no tratamento de vários tipos de câncer, incluindo o câncer de mama e o coloretal, sendo de maior impacto nesse último tipo. No entanto, a ação desse quimioterápico não se limita somente às células neoplásicas, com isso, essas drogas podem atuar em células normais tendo como resultado importantes efeitos colaterais, com destaque para a mucosite. Essa é caracterizada por inflamação que atinge o trato gastrointestinal levando à diversas complicações, tais como: dor abdominal, náuseas, vômitos e diarreia, além de levar a piora do estado nutricional. Baseando-se nisso, algumas  estratégias terapêuticas vêm sendo testadas com intuito de melhorar o quadro desses pacientes. O (-)-α-bisabolol é um álcool sesquiterpeno natural monocíclico encontrado nos óleos essências de camomila (Matricaria chamomilla), Vanillosmopsis erythropappa e outras plantas. Assim, o objetivo desse estudo foi avaliar os efeitos do alfa-bisabolol na mucosite intestinal experimental induzida por 5-FU. Para isso, utilizou-se camundongos Swiss (25-30 g) os quais foram divididos em 5 grupos (n=6), sendo que os grupos G2,G3,G4 e G5 receberam 5-FU ( 450 mg/kg) dose única via intraperitoneal e os grupos G3,G4 e G5 receberam após 24, 48, 72 hs da indução da mucosite receberam doses de alfa bisabolol ( BISA) ( 50, 100, 200 mg/kg , respectivamente) via nasogástrica . O G1 nos 4 dias de experimento recebeu DMSO 2%. Após 4 hs da última aplicação de BISA, os animais foram sacrificados , amostras de jejuno e íleo foram retiradas para avaliar a injúria epitelial por morfometria, atividade de MPO, níveis de nitrito e concentração de GSH.Na mucosite intestinal o alfabisabolol preveniu o encurtamento de vilos e reduziram a necrose de criptas. O tratamento com alfabisabol atenuou os danos intestinais e promoveu uma diminuição do infiltrado de neutrófilos. O 5 FU também induziu aumento da produção de ROS nos enterócitos. O tratamento com alfabisabol aumentou os níveis de GSH, diminuiu MPO e números de leucocitos. Alfabisabolol tem um grande potencial farmacológico para diminuir a gravidade da mucosite e da leucopenia durante o tratamento de quimioterapia. Constatou-se que o alfabisabolol aceleraram a recuperação da mucosa dos animais submetidos a mucosite intestinal por 5- FU aumentando os níveis teciduais de glutationa, reduzindo a inflamação e promovendo reepitelização.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1439403 - GILBERTO SANTOS CERQUEIRA
Interno - 1680593 - JAND VENES ROLIM MEDEIROS
Interno - 1637767 - MARCELO DE CARVALHO FILGUEIRAS
Externo à Instituição - HOWARD LOPES RIBEIRO JUNIOR - UNILAB
Notícia cadastrada em: 13/12/2016 18:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 30/11/2022 07:59