Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JESSICA DO AMARAL RODRIGUES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JESSICA DO AMARAL RODRIGUES
DATA: 08/07/2015
HORA: 10:00
LOCAL: sala mestrado
TÍTULO:

 

 Nanopartículas poliméricas a base de goma do cajueiro acetilada  para incoporação de epiisopiloturina


PALAVRAS-CHAVES:

cajueiro; alcaloide; anti-inflamatório


PÁGINAS: 30
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

O desenvolvimento de nanopartículas poliméricas para sistemas de liberação controlada de fármacos tem sido largamente estudado nos últimos anos principalmente por possibilitar a liberação sítio-específica de ativos, em certos casos contribuir para a redução da sua toxidade, prevenir a eliminação rápida destes ativos pelo organismo, bem como promover melhora na sua estabilização. A epiisopiloturina (EPI), um alcaloide imidazólico, extraído das folhas do jaborandi, apresenta uma comprovada atividade, in vitro, contra Schistosoma mansoni e em um estudo mais recente demonstrou promissores efeito anti-inflamatório e antinociceptivo. Dessa forma, buscou-se nanoformular a EPI em um sistema polimérico, para permitir uma liberação controlada, aumentando assim o benefício terapêutico e minimizando possíveis efeitos secundários. Nanoparticulas a base de goma do cajueiro acetilada foram obtidas por meio de dialise. O tamanho médio e índice de polidispersão (PDI) foram determinados pela análise de espalhamento de luz dinâmico (espectroscopia  de correlação de fotóns – DLS) e o potencial zeta foi determinado a partir da mobilidade eletroforética das amostras. Foi determinado a quantidade de EPI incorporada nas nanopartículas, além de serem analisadas por Miscroscopia de Força Atômica(AFM) e Análise de Rastreamento de Nanopartículas (NTA). As nanopartículas sintetizadas apresentaram tamanhos médios entre 108,6 e 154,4 nm e índice de polidispesão entre 0,120 e 0,212. O potencial zeta foi negativo para todas as formulações com e sem o ativo. Foi identificada uma eficiência de encapsulação de até 55% de epiisopiloturina. A análise das imagens obtidas por microscopia de força atômica permite afirmar que as nanopartículas apresentam formato esférico e se distribuem de forma agrupada. O tamanho das nanopartículas por NTA encontram-se em consonância com os obtidos por DLS. Além disso, a concentração de nanopartículas variou entre (92,4) x 109 e (136,5±) x 109 partículas/mL. Os resultados obtidos indicam que as nanopartículas a base da goma do cajueiro acetilada incorporadas com EPI apresentam características de sistemas coloidais nanométricos tornando assim formas viáveis para as formulações de epiisotiloturina.

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1718303 - DURCILENE ALVES DA SILVA
Interno - 1680593 - JAND VENES ROLIM MEDEIROS
Interno - 841.003.203-10 - LEIZ MARIA COSTA VERAS - UFPI
Externo ao Programa - 1774210 - VINICIUS SAURA CARDOSO
Notícia cadastrada em: 18/06/2015 14:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 14/07/2024 23:01