Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: CLEIANE DIAS LIMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLEIANE DIAS LIMA
DATA: 11/07/2022
HORA: 15:00
LOCAL: sistema remoto
TÍTULO: CARACTERIZAÇÃO QUÍMICA E INVESTIGAÇÃO DO POTENCIAL ANTIPARASITÁRIO DE EXTRATOS OBTIDOS DA ESPÉCIE Montrichardia Linifera: ESTUDO in vitro e in silico
PALAVRAS-CHAVES: Antihelmíntica; Antipromastigota; Schistosoma mansoni; Flavonóis; Hibridização molecular; Leishmania spp.
PÁGINAS: 72
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Multidisciplinar
RESUMO:

Montrichardia linifera (Arruda) Schott, conhecida popularmente como aninga é uma
macrófita aquática muito utilizada pela população e apresenta atividades antibacteriana,
antioxidante, antiplasmódica, inseticida e antimalárica. Embora já possua diversos estudos
comprovando algumas atividades biológicas não há relatos de estudos relacionados à sua
atividade anti-helmintica e anti-leishmania. Assim, objetivou-se realizar a caracterização
fitoquímica e identificação dos compostos químicos presentes nos extratos obtidos a partir das
folhas de Montrichardia linifera e avaliar a atividade anti-helmíntica e anti-leishmania através
de ensaios in vitro e in silico. A princípio realizou-se uma prospecção científica e tecnológica
nas bases de patentes INPI, EPO, USPTO, WIPO e DII, e artigos científicos nas bases Scielo,
Pubmed, Bireme, Scopus, Web of Science e Science Direct de 2012 até 2022. Para a
preparação dos extratos as amostras da planta foram coletadas no Município de Arame, MA,
preparou-se sete amostras, etanol (EE), metanol (ME), acetona (AE), acetato de etila (EAE),
hexano (HE), diclorometano (DE) e clorofórmio (CE). Analisando as patentes depositadas nas
bases utilizando o descritor “Montrichardia linifera” obteve-se 01 (uma) patente para a base
DII, duas patentes para a base brasileira INPI e duas patentes indexadas para a base mundial
WIPO. Para o descritor “Montrichardia linifera” obteve-se um total de cinquenta artigos
publicados. A análise do perfil fitoquímico mostrou a presença de taninos, flavonoides,
esteroides, cumarinas e saponinas em todos os extratos testados. Com o auxílio do detector
PDA acoplado ao sistema HPLC, detectou-se que o extrato de M. linifera apresentou grande
complexidade e diversidade na matriz, avaliada pelo grande número de picos eluídos ao longo
da corrida cromatográfica. Verificou-se a presença de flavonóides e derivados de ácidos
fenólicos, foi identificado um composto denominado p-hidroxibenzaldeído, como também
derivados de flavonóides glicosilados e agliclonas flavonóides. Os resultados obtidos para a
atividade anti-helmíntica dos extratos contra S. mansoni mostraram que EA e EAE tiveram
atividade positiva e potente na concentração de 50 mg/mL, observou-se ausência de
movimento a partir de 72h e todos os vermes foram considerados mortos. Tais resultados
corroboraram com análises realizadas através da Microscopia de Força Atômica, onde edema
foi visível no tegumento helmíntico sendo este parâmetro considerado um indicador de
estresse. A quantidade média de inchaço foi visível nos parasitas tratados com extrato EA em
aproximadamente 600 nm e no extrato de EAE em aproximadamente 1000nm. Os extratos
EE, EAE e EA testados contra formas prosmastigosta de L. amazonensis não obtiveram
resultados positivos na concentração de 100 mg/mL. Estudos realizados por meio de docagem
molecular com compostos extraídos das folhas de M. linifera, foi possível observar a melhor
afinidade molecular, a enzima Glycyl Peptide N-tetradecanoyltransferase apresentou
afinidade para POL2 -8,8 kcal mol-1

. O complexo formou ligações de hidrogênio com dois
resíduos de aminoácidos (Val81 e Phe88). Os resultados obtidos no presente estudo revelam
que os extratos das folhas de M. linifera apresentam constituintes associados com atividades
biológicas, possibilitando ampliar o isolamento dos compostos majoritários responsável pela
atividade antihelmíntica.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 995.992.603-68 - ALYNE RODRIGUES DE ARAUJO - UFPI
Externo à Instituição - CLÁUDIA QUINTINO DA ROCHA - UFMA
Presidente - 025.525.613-22 - JEFFERSON ALMEIDA ROCHA - UFMA
Notícia cadastrada em: 21/06/2022 09:27
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 20/07/2024 01:03