Notícias

Banca de DEFESA: RODSON REGI DE SOUSA CORREIA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RODSON REGI DE SOUSA CORREIA
DATA: 05/05/2023
HORA: 09:00
LOCAL: Sala da Pós-Graduação PPGBiotec_UFDPar
TÍTULO: Dyscalc Game: Um Jogo Sério para Apoiar o Processo de Ensino e Aprendizagem de Estudantes com Dificuldades de Aprendizagem em Matemática
PALAVRAS-CHAVES: Discalculia, Jogos Sérios, Aprendizagem de Matemática, Atendimento Educacional Especializado
PÁGINAS: 110
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Ciência da Computação
RESUMO:

Ensinar e aprender matemática ainda é visto por professores e alunos como atividades complexas durante o processo de ensino e aprendizagem. No Brasil, a dificuldade apresentada por alunos nesse processo é evidenciada nos dados divulgados pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB), o qual apresenta rendimentos muito baixos na disciplina. Essas dificuldades podem ser oriundas de transtornos do neurodesenvolvimento, dentre os quais está a discalculia. Ela é caracterizada pelas dificuldades na aprendizagem da matemática e nos seus conceitos fundamentais. O objetivo dessa pesquisa de mestrado foi desenvolver e avaliar o Dyscalc Game, um jogo sério para dispositivos móveis que tem o intuito de apoiar o processo de ensino e aprendizagem de indivíduos com dificuldades de aprendizagem da matemática, incluindo aqueles com discalculia. A implementação dos elementos e mecânicas de jogo foram realizadas baseando-se em recomendações da literatura e por um processo de co-design com a participação de desenvolvedores de jogos, professores de matemática, pedagogos, psicopedagogos e psicólogos. O jogo foi avaliado através do seu uso por profissionais que laboram nas salas de aulas de atendimento educacional especializado, em salas de aulas comuns e salas de atendimento psicopedagógico/psicológico, e por estudantes da rede pública que possuem dificuldades de aprendizagem de matemática, ou que tenham indícios de discalculia. A usabilidade e a experiência do usuário foram avaliadas positivamente, pois todas as escalas tiveram valores positivos variando de 0,841 a 1,909 com os profissionais e de 0,974 a 2,193 com os alunos. Esses valores foram obtidos através do User Experience Questionnaire (UEQ), por ambos participantes, em todos os aspectos de análise, a saber: atratividade, eficiência, perspicuidade, confiança, estimulação e novidade. Os estudantes da rede pública também realizaram duas provas de matemática, com a utilização de questões do SAEB de anos anteriores, para avaliar o nível de conhecimento em matemática antes de usar o jogo, e após a experiência de passar um período utilizando-o. Os resultados mostram que houve melhoria nas notas da segunda prova, de 15% da nota. Os resultados da avaliação experimental foram úteis para identificar áreas e funcionalidades em que o Dyscalc Game pode ser evoluído com implementações adicionais. Esse estudo evidenciou que o uso do jogo sério Dyscalc Game, o qual é específico para alunos com dificuldades de aprendizagem em matemática, incluindo os que possuem indícios de discalculia, pode contribuir positivamente para o desenvolvimento do conhecimento matemático, quando jogado rotineiramente.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 015.753.933-44 - ARIEL SOARES TELES - IFMA
Externo ao Programa - 1296926 - PAULO SERGIO MARQUES DOS SANTOS
Interno - 855.192.863-53 - RODRIGO AUGUSTO ROCHA SOUZA BALUZ - UESPI
Interno - 2092495 - SILMAR SILVA TEIXEIRA
Notícia cadastrada em: 03/04/2023 12:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 15/07/2024 01:51