Notícias

Banca de DEFESA: REGIANE LUSTOSA DA CRUZ

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: REGIANE LUSTOSA DA CRUZ
DATA: 13/12/2022
HORA: 09:00
LOCAL: PLATAFORMA GOOGLE MEET
TÍTULO: Ansiedade, depressão e risco de suicídio entre trabalhadores da saúde em tempos de pandemia da COVID-19.
PALAVRAS-CHAVES: Trabalhadores da saúde; Saúde Mental; COVID-19.
PÁGINAS: 64
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

Introdução:  A pandemia da COVID-19 impôs muitos desafios, tendo em vista o impacto na dimensão social, econômica e, acima de tudo, emocional da população em geral, na medida em que estabeleceu um cenário de incertezas, inseguranças, angústias e medos, sobretudo, para os profissionais da saúde que, pela própria natureza de sua atuação, experienciaram outros estressores como readequações e falta de estrutura no trabalho, exposição ao vírus na assistência direta ao paciente e o medo de levar a infecção para suas famílias, acarretando um aumento da carga psicológica desses trabalhadores. Objetivo: avaliar a relação entre sintomas de ansiedade, depressão e risco de suicídio em trabalhadores da saúde do HU-UFPI durante a pandemia da COVID-19. Métodos: Trata-se de um estudo quantitativo, transversal, do tipo websurvey, realizado no estado do Piauí, com 270 trabalhadores da saúde do Hospital Universitário, situado na cidade de Teresina, durante a pandemia da COVID-19. Os dados foram coletados durante o mês de setembro de 2022, por meio de formulário eletrônico, no qual foi utilizada a escala Hospital Anxiety and Depression Scale e questões do Self-Reporting Questionnaire. Os dados foram analisados utilizando o Software Statistical Package for the Social Sciences, versão 26. Realizou-se estatística descrita e inferenciais. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, sob o Parecer nº. 5.625.667. Resultados e discussão: A amostra foi caracterizada por uma maioria de mulheres (73,7%), da categoria de enfermagem (61,1%), católicas (65,9%), casadas (66,3%) e com filhos (68,5%), sem comorbidades (72,2%) e sem histórico de doença mental (72,2%). Na análise do perfil de saúde, aqueles que procuraram apoio psicológico ou psiquiatra durante a pandemia apresentaram maiores chances de desenvolverem sintomas ansiosos e depressivos em 2,593 e 2,078 vezes, respectivamente. Este estudo revelou, ainda, que os profissionais com “ideias de acabar com a vida” tiveram maiores chances de apresentar sintomas de ansiedade e depressão em 17,620 e 12,362 vezes, respectivamente. Conclusão: Conclui-se que existe uma relação entre as implicações da pandemia da COVID-19 e a manifestação de sintomas de ansiedade, depressão e risco de suicídio entre os trabalhadores da saúde participantes da pesquisa.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2073270 - FERNANDO JOSÉ GUEDES DA SILVA JÚNIOR
Interno - 2059016 - JAQUELINE CARVALHO E SILVA SALES
Interno - 1551620 - MARIA ZELIA DE ARAUJO MADEIRA
Externo à Instituição - ANGÉLICA MARTINS DE SOUZA GONÇALVES - UFSCAR
Notícia cadastrada em: 07/12/2022 15:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 30/05/2024 00:01