Notícias

Banca de DEFESA: DANILO DE NEGREIROS FREITAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DANILO DE NEGREIROS FREITAS
DATA: 22/02/2024
HORA: 11:00
LOCAL: CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE- UFPI- SALA DO MESTRADO-Avenida Frei Serafim,2280
TÍTULO: INJÚRIA RENAL AGUDA NO TRANS E PÓS-OPERATÓRIO DE CIRURGIA NASAL ENDOSCÓPICA FUNCIONAL E ESTÉTICA EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO
PALAVRAS-CHAVES: Injúria Renal Aguda. Período Pós-operatório. Rinoplastia.
PÁGINAS: 59
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Saúde Coletiva
RESUMO:

RESUMO

 

Introdução:   A Injúria Renal Aguda (IRA) é crescente globalmente, associada a graves complicações e taxas de mortalidade. A mensuração da creatinina sérica é crucial para avaliar essa disfunção renal, refletindo sua inadequada excreção na urina e servindo como um indicador confiável da função renal comprometida. A IRA, em grande parte, é evitável por meio de intervenções em diversos níveis, desde medidas individuais até políticas hospitalares e de saúde pública. Desta forma, objetivou-se avaliar os fatores trans e pós-operatórios, clínicos e laboratoriais, associados ao desenvolvimento de alteração precoce na creatinina em pacientes submetidos a cirurgia nasal endoscópica funcional e estética em um hospital universitário. Tratou-se de um estudo longitudinal prospectivo, de caráter descritivo e quantitativo, desenvolvido no centro cirúrgico e na clínica cirúrgica de um hospital universitário, no setor de Otorrinolaringologia, em que os participantes foram todos os pacientes submetidos a cirurgia nasal endoscópica funcional e estética neste hospital, no período de dezembro de 2022 até setembro de 2023.  Foram coletadas variáveis como idade, sexo, raça, estado civil e cidade de residência, tipo de cirurgia, comorbidades associadas, valores da creatinina no pré- e pós-operatório e desfecho clínico. Posteriormente essas informações foram analisadas e processadas no software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS), versão 26.0. Os resultados revelaram que os níveis de creatinina sérica, embora dentro dos padrões normais (0,74 no pré-operatório e 0,83 no pós-operatório), mostraram variações em 81,6% dos pacientes, com 5,3% desenvolvendo injúria renal aguda (IRA) pós-operatória, principalmente após cirurgias funcionais. Não foi encontrada associação entre os tipos de medicamentos utilizados e a presença de IRA, nem houve correlação entre a presença de IRA e fatores como sexo, idade, raça, tipo de cirurgia ou comorbidades avaliadas. Apesar da falta de associação direta entre a IRA e esses fatores, houve uma correlação entre a duração da cirurgia e os tipos de procedimentos realizados, sugerindo que cirurgias mais longas estavam mais associadas a procedimentos estéticos. Esses resultados ressaltam a importância da monitorização cuidadosa da função renal em cirurgias nasais, mesmo em procedimentos considerados de baixo risco.

 

 

 

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - GINIVALDO VICTOR RIBEIRO DO NASCIMENTO - UESPI
Interno - 423584 - IONE MARIA RIBEIRO SOARES LOPES
Presidente - 3373256 - PEDRO VITOR LOPES COSTA
Interno - 423325 - VIRIATO CAMPELO
Notícia cadastrada em: 06/02/2024 10:09
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 30/05/2024 03:27