Notícias

Banca de DEFESA: JUSSARA RIBEIRO CHAVES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JUSSARA RIBEIRO CHAVES
DATA: 10/09/2014
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de aula do mestrado, no Centro de Ciências da Saúde, situado na Avenida Frei Serafim, Nº 2280-T
TÍTULO:

IMPACTO DA TUBERCULOSE NA QUALIDADE DE VIDA


PALAVRAS-CHAVES:

Tuberculose. Qualidade de Vida. Perfil do Impacto da doença.


PÁGINAS: 79
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
RESUMO:

Introdução: A tuberculose é uma doença infecciosa que afeta principalmente os pulmões, mas, também pode ocorrer em outros órgãos do corpo, como ossos, rins e meninges. Objetivos: Analisar a qualidade de vida de indivíduos em tratamento da tuberculose no Município de Teresina – PI. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa do tipo descritiva de corte transversal. A coleta de dados foi realizada por meio dos registros do banco de dados do Sistema de Informação e Agravos de Notificação (SINAN) por meio de um formulário contendo os dados sociodemográficos e clínicos de 76 pacientes, os quais estavam em tratamento da tuberculose nas unidades de saúde da zona centro/sul, sudeste e leste da cidade de Teresina-PI. Posteriormente para avaliar o impacto da tuberculose na qualidade de vida relacionado à saúde, foi administrado o Medical Outcomes 36-Item Short-Form Health Survey SF-36. Resultados: Houve predominância do 55,3% do gênero feminino e 44,7% tinham de 31 a 69 anos, 55,3% eram casados ou com união estável, 73,7% eram da cor parda, 94,7% residem em zona urbana e 31,6% eram analfabetos. Quanto à apresentação clínica da tuberculose 84,2% tinham a forma pulmonar, sendo que 65,8% não possuíam comorbidades associadas e 94,7% fizeram o tratamento convencional. Foi possível considerar que eles apresentaram boa Qualidade de Vida. No entanto, se destacam as limitações por aspectos físicos e aspectos emocionais como os domínios mais negativos. A análise multivariada mostrou que na relação de dependência entre a capacidade funcional, estado geral de saúde, dor e aspectos sociais têm relação de dependência negativa. Conclusão: estudo do impacto da tuberculose na qualidade de vida só reforça a necessidade de implementação de estratégias mais efetivas de diagnóstico precoce e quebra da cadeia de transmissão da à doença, uma vez que a forma pulmonar da TB apresentou reduzido impacto negativo na Qualidade de Vida.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 6422171 - INEZ SAMPAIO NERY
Interno - 423005 - JOSE IVO DOS SANTOS PEDROSA
Externo à Instituição - NAYANA PINHEIRO MACHADO - UESPI
Presidente - 423325 - VIRIATO CAMPELO
Notícia cadastrada em: 29/08/2014 14:01
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 20/05/2024 03:42