Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: FRANCÍLIO VAZ DO VALE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FRANCÍLIO VAZ DO VALE
DATA: 23/02/2013
HORA: 09:30
LOCAL: SALA 314-PPGEE/CCHL
TÍTULO:

O PARADIGMA BIOCÊNTRICO NA ÉTICA DA RESPONASABILIADE DE HANS JONAS


PALAVRAS-CHAVES:

princípio responsabilidade, princípio vida, biocentrismo.


PÁGINAS: 43
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Filosofia
SUBÁREA: Ética
RESUMO:

Hans Jonas na obra O Princípio Responsabilidade: ensaio de uma ética para a civilização tecnológica (2006 [1979]) apresenta o diagnóstico de uma civilização debilitada e perecível, constantemente ameaçada pelos poderes do homem tecnológico. De posse desta análise, constrói uma proposta no sentido de novas fundações para o edifício ético a partir de uma responsabilidade. Jonas constata o caráter antropocêntrico de uma ética que não abrangia as consequências dos impactos oriundas da ação humana sobre o homem e a vida na biosfera. Em seu ideário filosófico sobre a civilização tecnológica, estende as atitudes dos homens para além do agir próximo, reconhecendo um direito próprio da natureza. A recolocação conceitual da natureza, dotada de finalidade própria, expressa que o poder tecnológico promove os desafios morais da contemporaneidade, visto que há a possibilidade certa (causas) e incerta (consequências) de os efeitos acumulativos desta mesma tecnologia pôr em perigo a continuidade futura da vida sobre o planeta. O imperativo da responsabilidade resulta do poder do homem contemporâneo sobre si e sobre o planeta. Caracteriza-se por ser uma responsabilidade perante a natureza e perante o próprio homem. A concepção de responsabilidade em Jonas está em conformidade com uma nova exigência axiológica de fundamentação ontológica presente na obra O princípio vida: fundamentos para uma biologia filosófica (2004[1966]). É uma responsabilidade que se firma com a preservação da vida em um futuro distante e com a continuidade da vida tal como conhecemos. O que justifica um pretenso biocentrismo no princípio responsabilidade é o fato de que a continuidade da existência gera uma obrigação com a vida, porque dizer sim a ela é ser. O grande objetivo de uma nova abordagem biocêntrica, como o imperativo de Jonas, é de manter a existência da humanidade futura, em um futuro que existam candidatos a um universo moral em um mundo concreto – o autêntico objetivo da responsabilidade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423660 - HELDER BUENOS AIRES DE CARVALHO
Externo à Instituição - ROBINSON DOS SANTOS - UFPel
Externo à Instituição - WELLISTANY CARVALHO VIANA - ICESPI
Notícia cadastrada em: 14/02/2013 15:20
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 16/08/2022 03:32