Notícias

Banca de DEFESA: INGRID DE OLIVEIRA CAVALCANTE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: INGRID DE OLIVEIRA CAVALCANTE
DATA: 01/03/2016
HORA: 16:00
LOCAL: Sala de aula do PPGO - Bloco 5
TÍTULO:

Avaliação histológica e imunohistoquímica do hidróxido de cálcio associado à aloe vera em subcutâneo de Rattus norvegicus


PALAVRAS-CHAVES:

endodontia, aloe vera, biocompatibilidade


PÁGINAS: 69
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
SUBÁREA: Endodontia
RESUMO:

O objetivo deste trabalho foi avaliar histológico e imunohistoquimicamente

a biocompatibilidade de uma pasta experimental composta de hidróxido de

cálcio associado à Aloe vera em tecido subcutâneo de ratos. Foram utilizados

45 animais da espécie Rattus norvegicus, divididos em três grupos, de acordo

com os materiais testados (hidróxido de cálcio P.A. com Aloe vera, ou água

destilada ou clorexidina 2%) e com os diferentes tempos experimentais (07, 15

e 30 dias). Tubos de polietileno com as pastas foram implantados no dorso dos

animais. Nos tempos experimentais determinados as peças implantadas foram

removidas e cortes foram realizados para a análise histológica, morfométrica e

imunohistoquímica. O subgrupo controle de 7 dias apresentou exsudato rico

em fibrina, com leve presença de células inflamatórias. O subgrupo da

clorexidina 2%, em sete dias, apresentou leve infiltrado inflamatório de células

polimorfonucleares com neoformação vascular e fibroblastos. O subgrupo Aloe

vera, apresentou grande quantidade de fibras colágenas. No tempo

experimental de 15 dias, o grupo controle, apresentou leve formação de tecido

de granulação e o grupo Aloe vera apresentou tecido conjuntivo com poucas

células inflamatórias e fibras colágenas desorganizadas. Já o uso da

clorexidina 2%, proporcionou moderado infiltrado inflamatório. Em 30 dias, o

grupo controle apresentou tecido conjuntivo com pouco tecido de granulação,

fibroblastos difusos e moderada presença de infiltrado inflamatório, constatado

pela análise imunohistoquimica com a moderada presença de núcleos corados.

Os subgrupos Aloe vera e clorexidina mostraram rara presença de núcleos

corados com anticorpo contra ki-67. Conclui-se que Aloe vera apresenta

propriedades antiinflamatórias que facilitam e aceleram o processo de reparo.

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 423020 - CARMEM DOLORES VILARINHO SOARES DE MOURA
Presidente - 3316201 - CARMEN MILENA RODRIGUES SIQUEIRA CARVALHO
Externo à Instituição - LUCIELMA SALMITO SOARES PINTO - UESPI
Interno - 1167676 - SIMONE SOUSA LOBAO VERAS BARROS
Notícia cadastrada em: 16/02/2016 10:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 24/09/2022 23:03