Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ELLEN MARIA MATOS DE ANDRADE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELLEN MARIA MATOS DE ANDRADE
DATA: 23/11/2012
HORA: 08:00
LOCAL: Sala de Aulas do PPGB
TÍTULO:

Ação Antimicrobiana da Pasta CTZ


PALAVRAS-CHAVES:

pasta CTZ, hidróxido de cálcio, odontopediatria, dente decíduo, bactérias anaeróbias, bactérias orais


PÁGINAS: 30
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Odontologia
SUBÁREA: Odontopediatria
RESUMO:

O objetivo do presente estudo é comparar o efeito antimicrobiano das pastas CTZ e de hidróxido de cálcio, usadas em terapias pulpares de dentes decíduos, através de métodos experimentais, sobre micro-organismos presentes em canais radiculares destes dentes. Para o teste de contato direto, pontas de papel absorventes serão contaminadas através da penetração em canais radiculares de dentes decíduos com polpa necrosada e presença ou não de fístulas, de crianças atendidas na clínica odontológica infantil da UFPI.  As pontas de papel serão imersas nas pastas obturadoras por 1, 24, 48 e 72 h e posteriormente imersas em Letheen Broth (LB), seguido de incubação a 37ºC por 48 h. Um inóculo de 0,1 mL obtido do LB será transferido para 7 mL de BHI, sobre as mesmas condições de incubação e o crescimento microbiano será avaliado. Outro procedimento será realizado paralelamente, em que amostras dessas pontas de papel serão imersas em solução de transporte Ringer-pras, sob fluxo de nitrogênio e transportadas ao laboratório. Serão realizados procedimentos de diluição e inoculação em meios próprios para crescimento de micro-organismos mais frequentemente isolados de canais radiculares. Em seguida será feita incubação a 37ºC por até sete dias para determinação dos tipos bacterianos presente nos canais radiculares, com isolamento, identificação e preservação das amostras isoladas. Para o teste de difusão em ágar, os micro-organismos isolados e caracterizados na etapa anterior serão utilizados para os testes in vitro de susceptibilidade às pastas testadas. Placas de Petri com 20 mL de ágar apropriado para o crescimento de cada amostra isolada, serão inoculadas com 0,1 mL da suspensão microbiana, utilizando-se de swab esterilizado, semeando-as de modo confluente no meio. Serão feitas cavidades em cada placa de ágar testada e estas serão preenchidas com uma das pastas obturadoras. As placas serão incubadas a 37ºC na atmosfera adequada e observadas a cada 24 horas por até 96 horas. As zonas de inibição em torno das cavidades serão mensuradas. Posteriormente, utilizando a mesma metodologia, um pool de micro-organismos isolados de cada paciente será testado para avaliação da formação de zonas de inibição utilizando a mesma metodologia. O efeito antimicrobiano completo obtido pelas pastas analisadas, por meio do teste por contato direto, poderá ser comparado in vitro.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 423338 - LUCIA DE FATIMA ALMEIDA DE DEUS MOURA
Externo à Instituição - LUCIANA SARAIVA E SILVA - UESPI
Interno - 1301059 - MARCOELI SILVA DE MOURA
Externo à Instituição - RODRIGO FERREIRA SILVA GUEDES DE AMORIM - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 22/11/2012 18:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 24/09/2022 22:48