Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JEFFERSON ALMEIDA ROCHA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JEFFERSON ALMEIDA ROCHA
DATA: 09/02/2018
HORA: 08:30
LOCAL: Na sala 01 do Núcleo de Morfologia e Pesquisa com Células-Tronco (NUPcelt/UFPI)
TÍTULO: SINTESE, CARACTERIZAÇÃO, PLANEJAMENTO RACIONAL e ESTUDO IN SILICO DE COMPLEXOS METÁLICOS DE RUTÊNIO E ALCALOIDES DE Pilocarpus microphyllus CONTRA A ESQUISTOSSOMOSE
PALAVRAS-CHAVES: Schistosoma mansoni, epiisopiloturina, complexo de rutênio, cálculos DFT.
PÁGINAS: 200
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Biologia Geral
RESUMO:

A esquistossomose é uma doença causada pelo parasita Schistosoma mansoni que tem matado milhões de pessoas em todo o mundo por possuir um único medicamento utilizado como tratamento. A química computacional tem trazido novas ferramentas que predizem propriedades moleculares relacionadas a um potencial farmacológico. Esse trabalho teve como objetivo realizar um estudo químico computacional e planejamento racional de complexos metálicos de rutênio e alcaloides de Pilocarpus microphyllus contra a esquistossomose. Inicialmente realizou-se uma prospecção tecnológica e científica nas bases de patentes INPI, EPO, USPTO e Derwent Innovations Index, e artigos científicos nas bases Scielo, Pubmed, Bireme, Scopus, Web of Science e Science Direct, até o ano de 2016. A nível computacional foram avaliadas as propriedades geométricas, eletrônicas, cargas atômicas, bem como as propriedades vibracionais e termodinâmicas das moléculas epiisopiloturina, epiisopilosina, isopilosina, pilosina e macaubina, utilizando os modelos teóricos (B3lyp/sdd, B3lyp/6-31+g**, B3lyp/6-311++g**). As mesmas propriedades computacionais foram aplicadas aos complexos cis-[Ru(bpy)2(Epi)Cl], trans-[Ru(bpy)2(Epi)Cl], cis-[Ru(bpy)2(Epi)NO2], trans-[Ru(bpy)2(Epi)NO2] bem como suas possíveis variações utilizando o modelo B3lyp/sdd. O perfil ADME-tox foi aplicado para obtenção das propriedades farmacocinética e farmacodinâmica dos alcaloides e dos complexos de rutênio. Após a otimização, as moléculas foram submetidas a cálculos de docagem molecular com as enzimas PNP, MTAP, ARG, UP, HDAC8, TGR e 2CB1 (3qsd, 4q3p, 4cqf, 4l5a, 1tcu, 2v6o, 4txh), possíveis alvo da S. mansoni. Após esse prévio estudo computacional, duas variações do complexo cis-[Ru(bpy)2(Epi)Cl] e o complexo cis-[Ru(bpy)2(Epi)NO2] foram sintetizados para a realização da atividade anti-schistosoma ex vivo.  Para o estudo prospectivo não se encontrou publicações com os termos “ruthenium complex and epiisopiloturine” e não se encontrou nenhuma patente relacionada aos termos “ruthenium complex and S. mansoni”. Foi possível confirmar a isomeria ótica entre EPIIS, ISOP e PILO e seu rearranjo através dos ângulos diedros. Os resultados termodinâmicos mostraram que a EPI e EPIIS são os isômeros mais estáveis, entretanto o ligante EPIIS obteve melhor interação com as enzimas estudadas na docagem molecular corroborando com os estudos experimentais contra esquistossomose. O sinergismo do complexo cis-[Ru(bpy)2(Epi)Cl] e o complexo cis-[Ru(bpy)2(Epi)NO2] obteve resultados satisfatórios contra S. mansoni. A formação do complexo metálico a partir do alcaloide epiisopiloturina aumentou sua atividade biológica, mostrando que esse complexo poderá ser novo candidato a fármaco contra a esquistossomose.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 423488 - BENEDITO BORGES DA SILVA
Externo ao Programa - 1167750 - FERNANDO AECIO DE AMORIM CARVALHO
Externo à Instituição - RICARDO MARTINS RAMOS - IFPI
Notícia cadastrada em: 16/01/2018 09:36
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 03/10/2022 08:25