Notícias

Banca de DEFESA: JOÃO EDUARDO PINTO PIRES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOÃO EDUARDO PINTO PIRES
DATA: 14/09/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Núcleo Integrado de Morfologia e Pesquisas com Células-tronco (NUPCelt/UFPI)
TÍTULO: Enalapril em protocolo de superovulação em cabras: eficiência e toxicidade
PALAVRAS-CHAVES: caprinos, peptídeos, ovário, sistema renina-angiotensina
PÁGINAS: 76
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Medicina Veterinária
RESUMO:

O sistema-renina-angiotensina (RAS) é classicamente associado ao controle da homeostase cardiovascular e ao equilibrio hidroeletrolítico. Entretanto, pesquisas têm descrito a presença dos constituintes desse sistema em vários órgãos ou tecidos, inclusive nos ovários. Além disso, há evidências de participação desses constituintes em processos reprodutivos como a foliculogênese, esteroidogênese e ovulação. Diante do exposto, este trabalho teve o objetivo de avaliar o SRA ovariano em situação de superovulação. Para isso, 67 cabras foram aleatoriamente tratadas com Enalapril subcutânea (SC), Enalapril intravaginal (IVG) ou não tratadas (Controle). Em seguida, os animais receberam tratamento de superovulação com medroxiprogesterona intravaginal durante 11 dias e seis doses decrescentes de FSH suíno nos últimos três dias de tratamento com o progestágeno. Os grupos enalapril receberam adicionalmente solução de Maleato de Enalapril (0,4mg/kg) nos seguintes períodos de tratamento de superovulação: D0-D11, D6-D11, D9-D11 e D11. No D20 foi realizada a coleta dos embriões por laparoscopia e, em seguida, os embriões foram classificados de acordo com a IETS (International Embryo Technology Society). Nos dias D1, D11 e D20 amostras de sangue foram coletadas para avaliação da toxicidade renal, hepática e dosagem hormonal. Observou-se que a aplicação de enalapril no grupo D9-D11 do protocolo de superovula&cc edil;ão pela via intravaginal resultou em maior número de corpos lúteos e embriões transferíveis, sem interferir em níveis plasmáticos de esteroides sexuais. Não foi evidenciada nenhuma toxicidade renal e/ou hepática, nem alterações nos níveis séricos de estradiol e progesterona. Os resultados sugerem que o enalapril, por via intravaginal, pode ser útil para incrementar a produção de embriões in vivo, sem efeitos tóxicos para as cabras doadoras.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423174 - AMILTON PAULO RAPOSO COSTA
Externo ao Programa - 035.804.374-37 - FELIPE DE JESUS MORAES JUNIOR - UEMA
Externo à Instituição - FRANCISCO DAS CHAGAS ARAUJO SOUSA - UESPI
Interno - 422864 - JOSE ADALMIR TORRES DE SOUZA
Interno - 125.859.984-87 - ROMULO JOSE VIEIRA - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 10/09/2018 12:15
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 05/10/2022 00:13