Notícias

Banca de DEFESA: DALINA MARIA RODRIGUES DE OLIVEIRA DIOGENES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DALINA MARIA RODRIGUES DE OLIVEIRA DIOGENES
DATA: 31/01/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do Museu de Arqueologia e Paleontologia
TÍTULO: Um caminho pelo centro: rede de conexões entre arqueologia, simetria e gênero.
PALAVRAS-CHAVES: Arqueologia; Arquitetura; Espaço; Gênero; Habitar.
PÁGINAS: 81
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Arqueologia
RESUMO:
Na presente pesquisa, a autora nos convida a habitar a arquitetura da Casa do Neco Coelho ou como também chamada casa do avô do senhor Nivaldo, sitio arqueológico, localizado dentro da área do Parque Nacional Serra da Capivara-PI, que ao longo dos anos vêm tornando rica fonte para o entendimento espaço temporal do povoamento e ocupação histórica da Região da Serra da Capivara. Essa atenção a contextos específicos e regionais, emergiu com a chegada da Arqueologia Contextual ou Arqueologia interpretativas, sendo a responsável por dar luz a entendimentos antes negados na produção das pesquisas Arqueológicas e, consoante com a arqueologia que no mundo afora têm se tornado não apenas um refúgio de materialidades estáticas, mas também, um exímio mecanismo de reivindicação de direitos por parte dos grupos subalternos e marginalizados das histórias tradicionais e, que sem dúvidas, se fazem presentes; estão presentes; pertencem a história e estórias; armazenam memórias; assentam e acumulam passados; resgatam ancestralidade; produzem, constroem e resignificam materialidade (…) buscando serem vistos, lembrados, pesquisados, estudados , compreendidos . Potencializando esses pressupostos com a conjuntura histórica, social, ambiental e arqueológica sitio/museu casa do Neco Coelho, a autora pretende, em linhas gerais investigar e interpretar a casa, considerando-a como um vestígio arqueológico marcador de memória significativo durante o processo de ocupação histórica do Parque Nacional Serra Da Capivara-PI. Ademais, para fins de alcançar a ação de interpretar, a autora utilizou-se de embasamentos teóricos fornecidos a partir de uma atitude simétrica capaz de romper com a balança dos dualismos existentes dentro da própria ciência arqueológica que tanto distanciaram a relação entre pessoas x coisas, sujeito x objetos, humano x não humano. E assim sendo, pretende-se inserir contribuições da arqueologia simétrica nos estudos de gênero, que preze o entendimento das relações e conexões existentes no interior dos espaços de interação da unidade doméstica. 




MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2266305 - ANA LUISA MENESES LAGE DO NASCIMENTO
Interno - 1520279 - FRANCISCA VERONICA CAVALCANTE
Interno - 2297796 - GREGOIRE ANDRE HENRI MARIE GHISLAIN VAN HAVRE
Presidente - 2153338 - MARIA DO AMPARO ALVES DE CARVALHO
Externo à Instituição - MAURO ALEXANDRE FARIAS FONTES - UNIVASF
Notícia cadastrada em: 24/01/2019 17:36
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 05/10/2022 22:55