Notícias

Banca de DEFESA: REBECA JADE DOS SANTOS SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: REBECA JADE DOS SANTOS SILVA
DATA: 27/01/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Museu de Arqueológia e Paleontologia
TÍTULO: Estudo arqueométrico de pigmentos rupestres dos sítios arqueológicos Toca do Enoque e Toca do Alto da Serra do Capim, Parque Nacional Serra das Confusões-PI
PALAVRAS-CHAVES: arte rupestre, arqueometria, Fluorescência de Raios X.
PÁGINAS: 86
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Arqueologia
SUBÁREA: Teoria e Método em Arqueologia
RESUMO:

A presente dissertação consiste no estudo dos sítios arqueológicos Toca do Enoque e Toca do Alto da Serra do Capim localizados na região do Parque Nacional Serra das Confusões, a fim de buscar padrões de similaridades entre os grafismos rupestres dos dois sítios, bem como analisar através de técnicas arqueométricas os pigmentos de maneira a entender se os grupos pré-coloniais que habitaram a região possivelmente foram contemporâneos ou do mesmo grupo. Para alcançar os objetivos propostos os pigmentos, em diferentes tonalidades de vermelho, foram documentados e selecionados aquelas mais representativas e recorrentes nos dois sítios para serem analisados in situ utilizando técnicas arqueométricas não destrutivas. Os pigmentos foram investigados para determinação química elementar por meio da Fluorescência de Raios X portátil (FRX), para caracterização morfológica foi utilizada a microscopia óptica e tratamento de imagem por DStretch® para estudo do estado de conservação da arte rupestre. Os resultados dos dados arqueométricos bem com o perfil gráfico das pinturas dos dois sítios arqueológicos foram correlacionados a fim de observar padrões de similaridades entre os grafismos estudados. A composição química elementar das pinturas rupestres apresentou como elemento principal o Ferro, sugerindo o uso de óxido de ferro como material pigmentante. As arte rupestre dos dois sítios se diferenciam em sua composição química elementar, como por exemplo a presença de vanádio nas amostras de pigmentos rupestres do sítio arqueológico Toca do Alto da Serra do Capim e ausentes nos pigmentos da Toca do Enoque. Além disso, foi possível observar elementos marcadores de diferentes matérias-primas utilizadas dentro do mesmo sítio. A avaliação morfológica das tintas rupestres mostrou uma camada pictórica fina sugerindo que a maioria das tintas foram aplicadas no estado líquido. Os tratamentos de imagem mostraram que a arte rupestre dos dois sítios se encontra em um estado de deterioração avançada, o que justifica a importância de estudos desta natureza para a realização de ações de monitoramento e interventivas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2350685 - BENEDITO BATISTA FARIAS FILHO
Interno - 423453 - MARIA CONCEICAO SOARES MENESES LAGE
Externo à Instituição - BENEILDE CABRAL MORAES - UESPI
Notícia cadastrada em: 08/04/2020 14:39
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 05/10/2022 23:15