Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: DALVA MUNIZ PEREIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DALVA MUNIZ PEREIRA
DATA: 21/10/2015
HORA: 08:30
LOCAL: Sala de Reuniões - Campus Ministro Reis Velloso
TÍTULO:

PERFIL DA DIETA PARA NEUTROPENIA NOS CENTROS DE TRATAMENTO ONCOLÓGICO NO BRASIL


PALAVRAS-CHAVES:

Câncer, Dieta, Neutropenia


PÁGINAS: 67
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
RESUMO:

Restrições alimentares são colocadas como medida de segurança em indivíduos com a imunidade comprometida. A dieta para neutropenia, caracterizada pela exclusão de frutas e vegetais crus, é uma intervenção utilizada com a justificativa de reduzir a ingestão de microrganismos potencialmente patogênicos capazes de causar complicações, elevando as taxas de morbidade e mortalidade nesta população. Estudos demonstram que o papel deste tipo de dieta na prevenção de infecções é controverso, na medida em que restringem ou proíbem alguns alimentos que são importantes fontes de nutrientes, interferindo no estado nutricional, na qualidade de vida do paciente, como na resposta ao tratamento. Os dados nacionais sobre os tipos de alimentos que compõem a referida dieta nos diferentes centros são escassos e divergentes. Apesar do uso frequente, não há evidências que demonstrem uma relação direta entre dieta para neutropenia e prevenção de infecções. Dessa forma, as recomendações devem ser elaboradas com foco na manipulação e higienização adequada. Com o objetivo de caracterizar o tipo de dieta oferecida aos pacientes imunocomprometidos nos Estabelecimentos de Saúde para tratamento oncológico no Brasil, foi elaborado um questionário semiestruturado com 28 questões abertas, fechadas e de múltipla escolha. Dentre os conteúdos abordados estão questões relativas à denominação utilizada, razões para uso, parâmetros para oferta, além de utilização de medidas profiláticas não farmacológicas: treinamento dos manipuladores de alimentos e unidade de ambiente protegido. A última questão consiste em um quadro a ser preenchido com os alimentos permitidos, restritos e proibidos de acordo com os grupos alimentares. O questionário deverá ser respondido preferencialmente por um profissional graduado em Nutrição, que trabalhe no setor/área de Oncologia, e devolvido respondido em até 20 dias após o recebimento, assim como o TCLE assinado. Após análises dos questionários, os resultados preliminares demonstram que não há um padrão de oferta dietética para estes pacientes, com variações desde a denominação, critérios para início e suspensão da dieta, até os alimentos que a compõem.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1640496 - ANNA CAROLINA TOLEDO DA CUNHA PEREIRA
Interno - 1900252 - BALDOMERO ANTONIO KATO DA SILVA
Presidente - 1772764 - GUSTAVO PORTELA FERREIRA
Notícia cadastrada em: 05/10/2015 21:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 04/10/2022 10:44