Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: SHANTALA LUANA DE BRITO VERAS BREJAL PEREIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SHANTALA LUANA DE BRITO VERAS BREJAL PEREIRA
DATA: 29/01/2021
HORA: 14:30
LOCAL: Videoconferencia
TÍTULO: MODULAÇÃO AUTONÔMICA CARDÍACA EM PORTADORES DE DIABETES MELLITUS TIPO II DURANTE REALIZAÇÃO DE TESTES FUNCIONAIS
PALAVRAS-CHAVES: Diabetes Mellitus tipo 2; testes de função autonômica; variabilidade da frequência cardíaca; neuropatia autonômica cardíaca.
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
RESUMO:

Introdução:  Diabetes Mellitus (DM) é uma desordem metabólica decorrente do defeito na secreção, na ação biológica da insulina, ou em ambas, sendo caracterizada pela hiperglicemia. O DM é classificado baseado no seu processo patogênico, em: DM1, DM2, diabetes gestacional e tipos específicos de diabetes decorrentes de outras causas. A Neuropatia Autonômica Cardíaca (NAC) é um dos distúrbios decorrentes do DM e pode ser avaliada pela análise da Variabilidade da Frequência Cardíaca (VFC). A Associação Americana de Diabetes tem proposto que pelo menos três testes cardiovasculares sejam utilizados para o diagnóstico de neuropatia autonômica. Os testes, chamados de Testes de Função Autonômica (TFA), baseiam-se em variações da frequência cardíaca e da pressão arterial sob estímulos fisiológicos como respiração profunda, manobra de Valsalva e mudança de decúbito. Objetivo: Avaliar a modulação autonômica cardíaca em indivíduos portadores de Diabetes Mellitus tipo 2 durante a realização de testes funcionais. Materiais e métodos: Trata-se de um estudo de medidas, realizado no Laboratório BioSignal da UFDPar, onde foram avaliados 43 indivíduos de ambos os sexos na faixa etária compreendida entre 40-70 anos de idade com diagnóstico clínico de DM2, que fossem sedentários e ativos. Os participantes foram submetidos à avaliação de pressão arterial, frequência cardíaca e VFC através da utilização de cardiofrequêncímetro, nos momentos de antes, durante e após a realização de Manobra de Valsalva, Manobra Postural Ativa e Manobra para Acentuação da Arritmia Sinusal. Resultados e Discussão: Os resultados foram organizados em planilhas para tratamento estatístico, e serão apresentados no trabalho final de pós-graduação. Perspectivas Futuras: Avaliar os dados coletados e analisados através de tratamento estatístico para posteriormente verificar qual a interferência do DM na modulação autonômica da frequência cardíaca.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1900252 - BALDOMERO ANTONIO KATO DA SILVA
Externo à Instituição - DANIEL MARTINS PEREIRA - UFMS
Externo ao Programa - 2988302 - GUILHERME PERTINNI DE MORAIS GOUVEIA
Notícia cadastrada em: 19/01/2021 13:49
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 04/10/2022 09:28