Notícias

Banca de DEFESA: SABRINA ARAUJO CASTRO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SABRINA ARAUJO CASTRO
DATA: 29/01/2021
HORA: 15:00
LOCAL: museu da vila
TÍTULO: A CONSTRUÇÃO DA POLÍTICA EDUCACIONAL DO MUSEU DA VILA: sistematização e registro de metodologias participativas
PALAVRAS-CHAVES: Museu da Vila; Pesquisa Participante; Política Educacional
PÁGINAS: 296
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Museologia
RESUMO:

O presente trabalho trata do desenvolvimento de uma pesquisa-ação inserida no Programa de Pós-Graduação, Mestrado Profissional, Artes, Patrimônio e Museologia da Universidade Federal do Piauí - (UFPI) e Universidade Federal do Delta do Parnaíba - (UFDPar), Campus Ministro Reis Veloso. Produto desse mestrado profissional, o Museu da Vila é o primeiro polo da rede de museus de território, o Ecomuseu Delta do Parnaíba - (ECOMUDE), projeto que visa favorecer a existência de equipamentos culturais e a participação comunitária no território da Área de Proteção Ambiental - (APA) Delta do Parnaíba. O Museu da Vila fica localizado na comunidade da Vila-bairro Coqueiro da Praia, na cidade de Luís Correia, no litoral do Piauí, sendo que esta pesquisa trata das ações educativas e culturais realizadas pelo referido equipamento cultural. A problematização foi delineada a partir de reflexões ocorridas no início da elaboração do Plano Museológico que evidenciou a necessi- dade de um norteamento teórico para a prática educacional do Museu da Vila. Por isso, esta pesquisa objetivou construir elementos de uma Política Educacional para o Museu da Vila com base na Política Nacional de Educação Museal - (PNEM), uma política pública nacional, em fase de implementação, instituída pela Portaria no 422, de 30 de novem- bro de 2017. A base teórica que sustenta a pesquisa é a noção de pat- rimônio comunitário e de desenvolvimento local de Hugues de Varine (2013), sendo os pressupostos políticos e conceituais tomados da obra de Paulo Freire (1996; 2019) sobre a educação libertadora, transforma- dora, problematizadora. A abordagem metodológica parte da pesquisa qualitativa e participante de Carlos Brandão (2006) e de Michel Thiollent (2011), que, na perspectiva colaborativa e de partilha de experiências e conhecimentos, fundamentaram a realização de um inventário compartilhado das ações educativas e culturais do Museu da Vila. Assim, através do compartilhamento de dados informacionais, os mestrandos responsáveis pelo planejamento e execução de projetos, eventos, ações e atividades educativos e culturais tornaram-se colaboradores desta pesquisa. Esses dados registrados foram complementados com informações obtidas nas observações participantes, nas conversas informais e na revisão bibliográfica. Dessa forma, esse inventário compartilhado subsidiou a elaboração de elementos para a Política Educacional do Museu da Vila, delineando a identidade educativa desse equipamento cultural. O Museu da Vila pretende promover a participação comunitária e tratar do patrimônio cultural em suas ações educativas e culturais, em uma visão inovadora, voltada para a criatividade e o desenvolvimento sociocultural local.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 423686 - AUREA DA PAZ PINHEIRO
Externo ao Programa - 091.682.007-65 - FERNANDA SANTANA RABELLO DE CASTRO - IPHAN
Presidente - 245.669.478-31 - LUCIANA CONRADO MARTINS - UNICAMP
Notícia cadastrada em: 12/01/2021 15:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 27/06/2022 17:33